22. Mulher-Maravilha (Wonder Woman, 1976-1979)

Lynda Carter como a princesa Diana

Lynda Carter como a princesa Diana

Fazer uma série com a Mulher-Maravilha era algo muito corajoso com todas as limitações técnicas que haviam nos anos 1970. Haviam coisas difíceis de engolir, como o avião invisível que parecia (e devia ser mesmo) de plástico, mas o seriado marcou época e tudo partiu da escalação de uma atriz ideal para o papel: a ex-Miss América Lynda Carter, até hoje identificada com a princesa amazona. Isso fica ainda mais claro quando se descobre que foi produzido um primeiro piloto em que a Mulher-Maravilha era… loira! Não deu certo, claro, os produtores caíram em si e não só voltaram ao cânone dos quadrinhos como ainda situaram os episódios durante a Segunda Guerra, época original em que a Princesa Diana surgiu nos gibis. Na segunda e terceira temporadas, as aventuras se desenrolavam nos próprios anos 1970 – mas com Lynda Carter ainda desfilando aquele charme. E ainda tinha aquela transformação tão legal que o desenho da Liga da Justiça acabou trazendo de volta.

Série número 23: Arquivo X.