7. Scarlett Johansson (Vicky Cristina Barcelona)

Sensualidade latente

Sensualidade latente

Em Vicky Cristina Barcelona, Scarlett é Cristina, a amiga que quer viver sem limites, que procura sensações que dêem algo mais do que o que ela tem na vida. É um prato cheio para que Woody Allen explore a sensualidade latente de sua musa atual – que também esteve em cartaz com A Outra, mas ali sendo ofuscada por Natalie Portman. Aqui, mesmo com a “concorrência” acirrada de Rebecca Hall e Penélope Cruz, ela tem um espaço de destaque, luminosa e mostrando que continua uma das atrizes mais interessantes da atualidade.

Anteriormente na lista: , em 2007, por Scoop – O Grande Furo; , em 2006, por Match Point, Dália Negra e O Grande Truque.

Para ver também: Encontros e Desencontros; A Outra.

Musa anterior: Cláudia Abreu