You are currently browsing the daily archive for 14/04/2009.

stars-blue-4-0

Aprendendo truques novos

O carro velho sai da garagem

O carro velho sai da garagem

Creio que pouca gente costuma se perguntar porque Clint Eastwood não faz um novo Dirty Harry (seria o sexto). Poderia até ser pela idade, mas a verdade é que a carreira de Eastwood chegou a tal ponto de excelência que um novo filme do policial durão que estreou no clássico Perseguidor Implacável (1971) teria que ser um pouco como Gran Torino (Gran Torino, Estados Unidos/ Austrália, 2008): reflexivo sobre si mesmo.

Clint é Walt Kowalski, sua primeira atuação em quatro anos. Como na última – o comovente Frankie Dunn de Menina de Ouro (2004) -, ele é um homem endurecido pela vida que é envolvido pela relação com um novo pupilo (aqui, o adolescente hmong Thao, vivido por Bee Vang) e a irmã dele, Sue (Ahney Her). A família deles se muda para a casa ao lado da de Kowalski. Ele lutou na Guerra da Coréia e despreza orientais de modo geral. Mas a família tem problemas com uma gangue e o ex-militar acaba se envolvendo.

O que se segue é uma lição de tolerância impensável para Dirty Harry, a menos que estivesse alinhado ao cinema atual de Clint Eastwood (um dos maiores cineastas vivos, aliás). A trama que pendia para o policial é esquecida por um bom tempo para que seja mostrado a mudança interior de um velho soldado que ainda tem coisas a aprender e, em certo momento, se dispõe a isso. O que Eastwood mostra deixando transparecer em vários momentos um humor por baixo da rabugice, e uma evolução sempre sutil, mas comovente.

O final é de gerar discussões, mas, em termos de significado, está plenamente dentro da visão de mundo que Clint tem mostrado desde, pelo menos, Os Imperdoáveis (1992). O de que é preciso repensar a violência como método de combater a violência. Mais do que isso: é preciso repensar valores. Walt Kowalski é, na alegoria mais óbvia, como o Gran Torino 1972 que ele guarda em ótimas condições na garagem: ultrapassado, mas que ainda pode encontrar sua utilidade no mundo lá fora.

Gran Torino. (Gran Torino). Estados Unidos, 2008. Direção: Clint Eastwood. Elenco: Clint Eastwood, Bee Vang, Christopher Carley, Geraldine Hughes, Ahney Her. Atualmente em cartaz em João Pessoa.

Páginas

Sigam-me os bons (no Twitter)