stars-blue-1-0½

A receita de sempre

Jeffrey Dean Morgan e Uma Thurman em uma fórmula seguida à risca

Jeffrey Dean Morgan e Uma Thurman em uma fórmula seguida à risca

Dizer que toda comédia romântica é igual é besteira. Como em qualquer gênero (ou subgênero) há melhores e piores. No entanto, há uma receita de bolo que é irritantemente seguida à risca por muitos desses filmes. Um sintoma de preguiça mental claro, do qual  Marido por Acaso (The Accidental Husband, Reino Unido/ Estados Unidos, 2008) não escapa – nem mesmo tenta.

Vejamos a receita. Homem e mulher se conhecem por acaso e, por alguma razão, não se gostam (são de estilos muito diferentes ou rivais profissionais, etc.). Um deles arma secretamente alguma situação para atingir o outro ou fingir algo. Acabam se conhecendo melhor e vendo que o outro não é tão mau assim (geralmente em uma cena bem específica). No momento em que acertam os ponteiros, a armação é abandonada, mas mesmo assim é descoberta e a vítima se retira indignada. Alguém convence um deles que na verdade eles se amam e o primeiro vai atrás do segundo (não raro correndo) para a reconciliação. Abraço, beijo, fim.

Compare, por exemplo, Jogo de Amor em Las Vegas (2008), Marido por Acaso (2008) ou Como Perder um Homem em 10 Dias (2003): todos seguem a fórmula à risca, apenas adaptando-a a tramas diferentes. Mas os passos são os mesmos, a ponto do espectador – sem quaquer esforço, diga-se – prever exatamente quando eles acontecerão.

Marido por Acaso possui um bom elenco (Uma Thurman, Isabella Rosselini e Keir Dullea, de 2001 – Uma Odisseia no Espaço), consegue alguns momentos engraçados, mas naufraga miseravelmente em sua própria preguiça. Só consegue fugir minimamente da mesmice com o personagem de Colin Firth, o predestinado-a-ser-rejeitado, sim, mas que não é retratado como mau caráter, nem idiota. É o único aspecto em que o filme parece perceber o que qualquer cozinheiro sabe: que detalhes que modificam uma receita podem deixá-la muito melhor.

Marido por Acaso (The Accidental Husband). Reino Unido/ Estados Unidos, 2008. Direção: Griffin Dunne. Elenco: Uma Thurman, Jeffrey Dean Morgan, Colin Firth, Sam Shepard, Lindsay Sloane, Isabella Rossellini, Keir Dullea. Atualmente em cartaz nos cinemas.

Anúncios