86. Fernanda Torres

Casa de Areia-07

Com a sensualidade em dia, em "Casa de Areia"

Ela tinha uma herança pesada a superar: a mãe, Fernanda Montenegro é a maior atriz do Brasil. Mas o começo não poderia ser melhor:  depois de umas duas novelas, um belo e romântico papel principal em Inocência (1983), uma ótima oportunidade cômica em A Marvada Carne (1985), antecipando o grande nome de 1986. Nesse ano, o papel principal de refilmagem de Selva de Pedra, na TV, um filme político (Com Licença, Eu Vou à Luta) e um drama romântico que deu a ela o prêmio de melhor atriz no Festival de Cannes. Depois disso, deixou as novelas para lá e passou a ser identificada como uma atriz “densa”. Algo que foi jogado de pernas para o ar quando estrelou a louquíssima série Os Normais (2001-2003), que rendeu dois filmes para o cinema.

Vá atrás: Inocência (1983); A Marvada Carne (1985); Eu Sei que Vou Te Amae (1986); Terra Estrangeira (1996); Os Normais (2001-2003); Os Normais – O Filme (2003); Casa de Areia (2005); Saneamento Básico – O Filme (2005); Os Normais 2 – A Noite Mais Maluca de Todas (2009).

Cena abaixo: cenas de Eu Sei que Vou Te Amar

Atriz anterior: Julia-Louis Dreyfus