A obra de Marjane Satrapi, hoje, no Zarinha

Ô, semaninha difícil, essa. Tanto trabalho que o Boulevard ficou às moscas. Não comentei Cannes, a furada de Godard ou a vitória do tal filme tailandês que dividiu opiniões. Espero voltar ao assunto esses dias.

Também estou devendo críticas – a de Robin Hood, estendida, está no forno.

As musas estão em atualização também. Depois de 1976, amanhã tem um salto para o futuro: 2006.

Hoje, por enquanto, vou conversar com a plateia que vai assistir ao longa de animação Persépolis, a partir das 17 horas, no Zarinha Centro de Cultura, em Tambaú.

Anúncios