½

De carona com Julia Roberts

O carisma de Julia evita que filme naufrague

Belas paisagens, geográficas, humanas e até culinárias. É nisso que Comer, Rezar, Amar (Eat, Pray, Love, EUA, 2010) investe a maior parte de seu tempo e esforço. Com Julia Roberts como guia, a adaptação do best seller mezzo autoajuda de Elizabeth Gilbert, baseado em sua própria história de superação de crise, passeia por Roma, Índia e Bali, por pratos de macarronada e pela própria Julia e por Javier Bardem.

Julia interpreta a autora do livro, Liz, que empreendeu a viagem ao redor do mundo após descobrir que sua vida não tinha sentido e passar por um divórcio complicado e um namoro com um garotão que também se mostrou não ser a resposta. Na Itália, aprende o prazer de comer bem e de “não fazer nada”. Na Índia, aprende a meditar e a se perdoar. Na Indonésia, a estar de novo disponível para o amor.

Falta uma certa unidade nessas escalas todas e, principalmente, vigor na narrativa. Tudo é muito morno: da insatisfação e tristeza do começo à redescoberta da paixão na parte final. Claro, ainda pode agradar às mulheres que se identifiquem com a crise da personagem e fantasiem uma solução semelhante para seus problemas, mas não para todas – porque o filme nem é especialmente emocionante.

A trama segue aos solavancos, com um bom segmento na Itália, seguido pelo marasmo da parte indiana – salva ainda pelo sempre competente Richard Jenkins. Bardem aparece na terceira parte, interpretando um brasileiro, ao som de Bebel Gilberto cantando “Samba da bênção” no CD player, e depois o papai João com “Wave” e “S’ wonderful”.

Parênteses: é visível o esforço para caracterizar bem o personagem, incluindo algumas expressões em português. Se o sucesso não foi 100%, fica a boa intenção.

Julia não chega a ter uma grande interpretação – nem o diretor Ryan Murphy contrói o filme de maneira a exigir isso dela -, mas seu carisma está lá. Se o longo Comer, Rezar, Amar não afunda totalmente é muito por causa dela.

Comer, Rezar, Amar (Eat, Pray, Love, EUA, 2010). Direção: Ryan Murphy. Elenco: Julia Roberts, Javier Bardem, Billy Crudup, Viola Davis, James Franco.

Anúncios