Cybill Shepherd em “A Última Sessão de Cinema”

1 – CYBILL SHEPHERD, por A Última Sessão de Cinema

Posteriormente em Musas retroativas: 16ª em 1972, por O Rapaz que Partia Corações; 2ª em 1976, por Taxi Driver; 20ª em 1989, por O Céu Se Enganou.

Alguma coisa aconteceu em 1971 que faz as mulheres vampiras saírem do caixão. Foi o ápice de um fenômeno muito curioso: quatro filmes com vampiras lésbicas e/ ou sensuais neste mesmo ano – Vampyros Lesbos, de Jess Franco, Lúxúria de Vampiros e Condessa Drácula emplacaram quatro musas ao todo (o ano ainda teve Filhas de Drácula ou Gêmeas de Drácula, cujas atrizes não entraram na lista). A vitória, no entanto, coube a Cybill Shepherd em brasas e em preto-e-branco de A Última Sessão de Cinema. Musa mesmo: ela e o diretor Peter Bogdanovich se apaixonaram e fizeram alguns fimes depois (embora isso não tenha feito bem para a carreira de nenhum dos dois). A disputa pelo primeiro lugar foi equilibrada: Susan George, Ann-Margret, Jane Fonda ou Jennifer O’Neill – todas estão memoráveis em seus filmes e qualquer uma delas poderia ter vencido.

Susan George em “Sob o Domínio do Medo”

2 – SUSAN GEORGE, por Sob o Domínio do Medo

Ann-Margret em “Ânsia de Amar”

3 – ANN-MARGRET, por Ânsia de Amar

Anteriormente em Musas retroativas: 5ª em 1963, por Adeus, Amor; 2ª em 1964, por Amor à Toda Velocidade.

Jane Fonda em “Klute – O Passado Condena”

4 – JANE FONDA, por Klute O Passado Condena

Anteriormente em Musas retroativas: 5ª em 1965, por Dívida de Sangue; 8ª em 1966, por Caçada Humana; 3ª em 1967, por Descalços no Parque; 1ª em 1968, por Barbarella; 5ª em 1969, por A Noite dos Desesperados. Posteriormente em Musas retroativas: 19ª em 1972, por Tout Va Bien; 7ª em 1977, por Júlia; 2ª em 1978, por Amargo Regresso; 15ª em 1979, por Síndrome da China e por O Cavaleiro Elétrico; 13ª em 1981, por Num Lago Dourado e por Amantes & Finanças.

Jennifer O’Neill em “Verão de 42”

5 – JENNIFER O’NEILL, por Verão de 42

Anteriormente em Musas retroativas: 12ª em 1970, por Rio Lobo.

Adrienne Corri em “Laranja Mecânica”

6 – ADRIENNE CORRI, por Laranja Mecânica

Soledad Miranda em “Vampyros Lesbos”

7 – SOLEDAD MIRANDA, por Vampyros Lesbos

Britt Ekland em “Carter, o Vingador”

8 – BRITT EKLAND, por Carter, o Vingador

Posteriormente em Musas retroativas: 2ª em 1973, por O Homem de Palha; 5ª em 1974, por 007 contra o Homem com a Pistola de Ouro; 15ª em 1976, por Casanova & Company.

Yutte Stensgaard em “Luxúria de Vampiros”

9 – YUTTE STENSGAARD, por Luxúria de Vampiros

Julie Christie em “Jogos & Trapaças – Onde os Homens São Homens”

10 – JULIE CHRISTIE, por Jogos & Trapaças Onde os Homens São Homens

Anteriormente em Musas retroativas: 1ª em 1965, por Doutor Jivago e também por Darling, a que Amou Demais; 2ª em 1966, por Fahrenheit 451. Posteriormente em Musas retroativas: 3ª em 1973, por Inverno de Sangue em Veneza; 2ª em 1975, por Shampoo.

Lea Massari em “Um Sopro no Coração”

11 – LEA MASSARI, por Um Sopro no Coração

Anteriormente em Musas retroativas: 20ª em 1960, por A Aventura; 16ª em 1961, por O Colosso de Rodes.

Ingrid Pitt em “Condessa Drácula”

12 – INGRID PITT, por Condessa Drácula

Anteriormente em Musas retroativas: 5ª em 1970, por Carmilla, a Vampira de Karstein. Posteriormente em Musas retroativas: 13ª em 1973, por O Homem de Palha.

Virginia North em “O Abominável Dr. Phibes”

13 – VIRGINIA NORTH, por O Abominável Dr. Phibes

Gina Lollobrigida em “A Quadrilha da Fronteira”

14 – GINA LOLLOBRIGIDA, por A Quadriha da Fronteira

Anteriormente em Musas retroativas: 6ª em 1952, por Fanfan la Tulipe; 8ª em 1953, por Pão, Amor e Fantasia e por O Diabo Riu por Último; 8ª em 1959, por Salomão e a Rainha de Sabá; 9ª em 1961, por Quando Setembro Vier.

Stacey Tendeter em “As Duas Inglesas e o Amor”

15 – STACEY TENDETER, por As Duas Inglesas e o Amor

Adriana Prieto em “Lúcia McCartney”

16 – ADRIANA PRIETO, por Lúcia McCartney e por Soninha Toda Pura

Posteriormente em Musas retroativas: 9ª em 1974, por Ainda Agarro Esta Vizinha.

Jill St. John em “007 – Os Diamantes São Eternos”

17 – JILL ST. JOHN, por 007 Os Diamantes São Eternos

Lana Wood em “007 – Os Diamantes São Eternos”

18 – LANA WOOD, por 007 Os Diamantes São Eternos

Ewa Stromberg e Soledad Miranda em “Vampyros Lesbos”

19 – EWA STROMBERG, por Vampyros Lesbos

Kika Markham em “As Duas Inglesas e o Amor”

20 – KIKA MARKHAM, por As Duas Inglesas e o Amor

Musas de 1970 <<
>> Musas de 1972

Anúncios