Woody Allen já ganhou os Oscars de melhor direção (em 1978, por Noivo Nuerótico, Noiva Nervosa) e de melhor roteiro (por Noivo Neurótico… e em 1987, por Hannah e Suas Irmãs). Indicado, ele foi 21 vezes em 14 anos diferentes. Mas nunca foi à cerimônia – na época em que ela era realizada na segunda-feira, ele dizia que tinha um compromisso: era a mesma noite em que tocava com seu grupo de jazz em um clube de Nova York. Corrigindo: Allen foi ao palco do Oscar uma única vez. Foi em 2002, para uma homenagem à sua cidade querida após o ataque terrorista de 11 de setembro de 2001. Isso não foi anunciado previamente e posso dizer que foi o momento que mais me surpreendeu em meus anos acompanhando a cerimônia. Aplaudido de pé, deu um verdadeiro show de comédia stand up: “Há quatro semanas estava no meu apartamento em Nova York e o telefone tocou. A voz do outro lado da linha disse: ‘Aqui é a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas’. E eu fiquei em pânico porque achei que ele queriam os meus Oscars de volta”.

Anúncios