Hoje é o último dia da mostra Conversando sobre Cinema, no Sesc Centro, em João Pessoa. Para a despedida, o filme é Pai e Filha (1949), do japonês Yasujiro Ozu. Como sempre eu e Tiago Germano batemos um papo com o público após a sessão das 19 horas.

Ozu é o segundo cineasta mais cultuado do Japão – após, claro, Akira Kurosawa. Mas não é tão conhecido, de modo que assistir a um de sesu filmes é boa oportunidade. Seu estilo é bem mais de apreciação do cotidiano. Não é à toa que um de seus filmes mais celebrados é A Rotina Tem Seu Encanto. Em Pai e Filha, a história é a de um pai vipuvo que quer ver a filha casada, mas ela não quer se casar para continuar cuidando dele.

Aqui, uma cena do filme:

 

Anúncios