Quatro filmes entram em cartaz hoje em João Pessoa. Antes, porém, uma novidade: agora são três as salas que exibem filmes em 3D no Box Manaíra. Além da sala 6, agora também a 5 e a 7 vão exibir filmes no formato. Os Vingadores passa a ser exibido em 3D na 5 já hoje e Piratas Pirados! entra em 3D na 7. Esta semana, no entanto, o filme dos heróis da Marvel está em 2D na sala 6.

Se vocês não sabem, a rede mexicana Cinépolis, maior operadora de cinemas da América Latina, comprou a Box Cinemas em setembro passado, o que pode explicar algumas mudanças pelas quais o Box passou na cidade: a mudança do local da bilheteria e, mais importante, a instalação de terminais de autoatendimento para a compra de ingressos (que, agora, podem ser adquiridos também através de cartão de crédito e não só débito – pelo menos nesses terminais) e a abertura para filmes fora do cardápio tradicional dos multiplexes da vida.

Foi o caso das duas edições da mostra Noite de Estreia, que derivaram na sessão CineArte, que exibe um filme off-Hollywood em uma sessão diária.

Enfim, na questão do 3D, só tenho a lamentar a mudança na sala 5. Pessoalmente, nunca escondi que sempre prefiro assistir aos filmes em 2D, mesmo, e, pra mim, faz muito mais diferença uma tela maior do que a terceira dimensão artificial.

Por isso, a sala 5, pra mim, era a combinação desses dois fatores ótimos: 2D e a maior tela da cidade. Se a 6 também vai continuar em 3D, só vão sobrar as telas menores no Box para o 2D. Triste.

Enfim, vamos às estreias. Após dois meses em cartaz no país, Heleno chega a João Pessoa hoje. Conversei com o diretor José Henrique Fonseca ontem, para matéria que está na capa de hoje do Caderno 2 (e que você pode ler também aqui, no post anterior). Ele falou da opção de usar o preto-e-branco e que o que o atraiu foi mais a história turbulenta de Heleno de Freitas – craque dos anos 1940 marcado tanto pela elegância quanto pelas confusões e pela loucura no fim da vida – que o futebol em si. Está em cartaz só no Cinespaço MAG.

Precisamos Falar sobre o Kevin concorreu ao Bafta como melhor filme britânico e melhor atriz. No Globo de Ouro, tambpem como melhor atriz em drama. No Oscar, foi ignorado, o que muita gente achou uma injustiça. A grande Tilda Swinton é a mãe de Kevin, que tem uma relação estranha com o filho desde que ele é bebê, numa progressão que leva a uma grande tragédia. É o filme da sessão CineArt do Box Manaíra, com uma sessão diária, apenas: de hoje a domingo, às 15h30, e de segunda a quinta, às 20h30.

O escritor Edgar Allan Poe vira personagem em O Corvo. Vivido por John Cusack, ele acaba tendo que entrar na caçada a um serial killer que está assassinando pessoas com métodos inspirados nos livros de Poe. No Box Manaíra e no Cinespaço MAG.

E Plano de Fuga traz Mel Gibson de volta ao cinema de ação. Vi ontem no uma entrevista com Antonio Pinto, brasileiro que faz a trilha sonora do filme (filho do Ziraldo, ele também fez a trilha de Cidade de Deus com Ed Côrtes, entre outros), e ele contou que o filme foi produzido pela Icon, de Gibson, para depois ser vendido para alguma distribuidora nos EUA. Ninguém se interessou por lá e o filme vai direto para a TV – mas no resto do mundo, será lançado normalmente no cinema. Gibson é um assaltante preso no México e colocado numa prisão que mais parece uma cidade. Querem matá-lo, então ele tenta fugir com a ajuda de um garotinho. Entrou no Box Manaíra e no Cinesercla Tambiá.

Anúncios