Os 150 filmes em João Pessoa regularmente em cartaz – ou seja: sessões pagas de sexta a quinta – mais 16 filmes franceses que só passaram no Festival Varilux e outros 13 que só passaram nas duas Mostras Inéditos somam espetaculares 179 filmes nos cinemas de João Pessoa. Ainda assim como continuamos tendo filmes importantes e/ou interessantes que não exibidos por aqui. Chegou a hora na nossa lista anual de 50 filmes não exibidos nos cinemas de João Pessoa.

Nossos exibidores – a saber, CinespaçoBox Cinépolis e Sercla não se interessaram por esses exemplares. Preferiram A Saga Molusco – AnoitecerChernobyl Viagem 2 – A Ilha Misteriosa.

Todos estes filmes tiveram lançamento comercial no Brasil – ou seja, poderiam muito bem ter passado aqui. Alguns até ainda podem: os de lançamento nacional mais recente, de dezembro ou, com muita sorte, novembro. A maioria já era, e vários até já saíram em DVD e blu-ray.

1 - "Argo"

1 – “Argo”, de Ben Affleck

O filme já está sendo cotado como candidato ao Oscar, está indicado ao Globo de Ouro e confirma o talento de Ben Affleck na direção, contando a história do resgate de diplomatas americanos no Irã, através de um plano incrível que forjou a produção de um filme. Mas isso não foi o suficiente para que os cinemas pessoenses o escalassem. O filme chegou a passar uma semana em Campina Grande, sem alarde, saiu rapidinho e não chegou a JP. Pode ser que chegue a reboque do Oscar. Estreia nacional: 9 de novembro.

2 - "Ruby Sparks, a Namorada Perfeita"

2 – “Ruby Sparks, a Namorada Perfeita”, de Jonathan Dayton e Valerie Faris

O novo filme dos diretores de Pequena Miss Sunshine é sobre um escritor e a mulher que ele inventa e que ganha vida. Com Paul Dano e Zoe Kazan – ela, que é neta de Elia, é a autora do roteiro. O coquetel é muito atraente, mas João Pessoa não viu a elogiada comédia romântica. Estreia nacional: 12 de outubro.

3 - "Sudoeste"

3 – “Sudoeste”, de Eduardo Nunes

Produção em preto-e-branco que ganhou muitos elogios, tem Simone Spoladore como uma mulher que vê sua vida inteira se desenrolar em um dia. Ganhou três prêmios no Festival do Rio, incluindo Especial do júri. Estreia nacional: 19 de outubro.

4 - "Shame"

4 – “Shame”, de Steve McQueen

Michael Fassbender interpreta um viciado em sexo em Nova York que tem sua vida abalada pela chegada de sua irmã. Um filme controverso pelo qual ele foi indicado ao Globo de Ouro e foi eleito o melhor ator do Festival de Veneza. Estreia nacional: 16 de março.

5 - "Habemus Papam"

5 – “Habemus Papam”, de Nanni Moretti

A relação entre um novo papa eleito e seu psicanalista é o tema central da comédia dramática do ator-diretor Nanni Moretti (apenas seu segundo longa desde O Quarto do Filho, de 2001). Como o papa indeciso, Michel Piccoli ganhou o prêmio de melhor ator de David di Donnatello, o Oscar italiano. Estreia nacional: 24 de fevereiro.

6 - "Um Método Perigoso"

6 – “Um Método Perigoso”, de David Cronenberg

Freud e Jung divergem com relação ao tratamento de uma paciente, vivida por Keira Knightley, com quem eles se relacionam inensamente. O conflito acabou gerando a psicanálise. Viggo Mortensen foi muito elogiado e obteve indicações como Freud e Michael Fassbender é Jung. Estreia nacional: 30 de março.

7 -  "Quanto Mais Quente Melhor"

7 – “Quanto Mais Quente Melhor”, de Billy Wilder

Claro, não é preciso apresentar um dos maiores clássicos de Wilder, Marilyn Monroe e Jack Lemmon. O filme voltou aos cinemas em cópias restauradas e, como sempre, o circuito pessoense ignorou os clássicos relançados. Estreia nacional: 3 de agosto.

8 - "Sete Dias com Marilyn"

8 – “Sete Dias com Marilyn”, de Simon Curtis

Com Michelle Williams indicada ao Oscar de melhor atriz e ganhando o Globo de Ouro ao viver um mito como Marilyn, era de se esperar vê-lo nas telas. Não aqui na Paraíba. Estreia nacional: 26 de abril.

9 - "Febre do Rato"

9 – “Febre do Rato”, de Claudio Assis

Apontado por alguns como o melhor filme do diretor pernambucano, o longa ganhou oito prêmios no Festival de Paulínia, incluindo melhor filme. Em preto-e-branco, insere poesia no mundo cão que o cineasta sempre retrata. E ainda tem Nanda Costa, atriz que teve um salto em sua carreira em 2012. Estreia nacional: 22 de junho.

10-Holy Motors

10 – “Holy Motors”, de Leos Carax

Elogiado filme franco-alemão em que um homem transita por vidas paralelas. Foi segundo lugar entre filmes estrangeiros para o Círculo dos Críticos de Nova York. Estreia nacional: 30 de novembro.

11 - "O Homem que Mudou o Jogo"

11 – “O Homem que Mudou o Jogo”, de Bennett Miller

Indicado a seis Oscars e ao Globo de Ouro, e Brad Pitt premiado como melhor ator pelo Círculos dos Críticos de Nova York (junto com A Árvore da Vida). Ignorado por aqui. Estreia nacional: 17 de fevereiro.

12 - "Deus da Carnificina"

12 – “Deus da Carnificina”, de Roman Polanski

Roman Polanski dirige a adaptação da peça de Yasmina Reza com um quarteto central impressionante: Jodie Foster, Kate Winslet, Christoph Waltz e John C. Reilly. Estreia nacional: 7 de junho.

13 - "Cabra Marcado para Morrer"

13 – “Cabra Marcado para Morrer”, de Eduardo Coutinho

Um dos principais documentários da história do cinema brasileiro tem tudo a ver com a Paraíba. Mas… Estreia nacional: 14 de setembro.

14 - "As Vantagens de Ser Invisível"

14 – “As Vantagens de Ser Invisível”, de Stephen Chbosky

Um rapaz que tem problemas de adaptação em uma nova escola recebe a ajuda de um casal de amigos. É o próprio auto do romance original que dirige o filme. Estreia nacional: 19 de outubro.

15 - "A Guerra dos Botões"

15 – “A Guerra dos Botões”, de Yann Samuell

Nova versão de uma história que já rendeu filmes memoráveis em 1962 e 1994: dois grupos de crianças vivem uma verdadeira guerra onde os botões dos adversários são os troféus. Estreia nacional: 6 de julho.

16 - "O Homem da Máfia"

16 – “O Homem da Máfia”, de Andrew Dominik

Nem um astro como Brad Pitt é mais garantia de que um filme vá mesmo passar. Ele é o assassino profissional que a máfia encarrega de investigar e punir um roubo entre eles. Estreia nacional: 30 de novembro.

17 - "Beleza Adormecida"

17 – “Beleza Adormecida”, de Julia Leigh

Universitária sem dinheiro aceita um estranho trabalho que inclui dormir – mas não só isso. Mais ou menos uma releitura perturbada de A Bela Adormecida. Estreia nacional: 30 de março.

18 - "Tropicália"

18 – “Tropicália”, de Marcelo Machado

Elogiado documentário sobre um momento capital da música brasileira. Chegou a ter um vistoso banner exposto no Cinespaço, mas exibição que é boa… Estreia nacional: 14 de setembro.

19-Fausto

19 – “Fausto”, de Alexandr Sokurov

A adaptação do poema de Goethe sobre o homem que vende a alma ao Diabo pelo diretor russo ganhou o Leão de Ouro no Festival de Veneza. Estreia nacional: 29 de junho.

20 - "Albert Nobbs"

20 – “Albert Nobbs”, de Rodrigo García

Glenn Close elogiadíssima como a mulher que finge ser homem na Irlanda no século XIX. Ela foi indicada ao Oscar e ao Globo de Ouro. Estreia nacional: 24 de fevereiro.

21 - "Curvas da Vida"

21 – “Curvas da Vida”, de Robert Lorenz

O velho Clint é o olheiro de um time de baseball que começa a ter problemas de visão. Enviado para analisar um jogador, ele precisa levar junto a filha (Amy Adams), com quem tem problemas. Outro conto sobre a velhice com Eastwood, desta vez só como ator. Estreia nacional: 23 de novembro.

22 - "Corações Sujos"

22 – “Corações Sujos”, de Vicente Amorim

A adaptação do livro de Fernando Morais, sobre os japoneses no Brasil e a perseguição àqueles que acreditaram na rendição na II Guerra. Estreia nacional: 17 de agosto.

23 - "Entre o Amor e a Paixão"

23 – “Entre o Amor e a Paixão”, de Sarah Polley

Michelle Williams é a mulher casada e feliz que se apaixona por um vizinho artista. Estreia nacional: 7 de dezembro.

24 - "L'Apollonide - os Amores da Casa de Tolerância"

24 – “L’Apollonide – Os Amores da Casa de Tolerância”, de Bertrand Bonello

L’Apollonide é o nome do bordel cujo cotidiano em seus últimos dias, no começo do século XX, é o tema do filme. Estreia nacional: 6 de janeiro.

25 - "Liv & Ingmar - Uma História de Amor"

25 – “Liv & Ingmar – Uma História de Amor”, de Dheeraj Akolkar

Documentário sobre o relacionamento do diretor Ingmar Bergman e a atriz Liv Ullman. Um pouco da história do cinema é contada aí. Estreia nacional: 13 de dezembro.

26 - "Além da Liberdade"

26 – “Além da Liberdade”, de Luc Besson

Michelle Yeoh (007 – O Amanhã Nunca MorreO Tigre e o Dragão) vive Aung San Suu Kyi, líder do movimento pela democracia na Birmânia. Estreia nacional: 27 de julho.

27 - "Selvagens"

27 – “Selvagens”, de Oliver Stone

Dois sujeitos enfrentam um cartel mexicano que sequestrou sua namorada compartilhada. A volta do Stone feérico. Estreia nacional: 5 de outubro.

28 - "Até a Eternidade"

28 – “Até a Eternidade”, de Guillaume Canet

Com Marion Cotillard e Jean Dujardin no elenco, é uma espécie de O Reencontro francês. Estreia nacional: 6 de julho.

29 - "A Vida Útil - Um Conto de Cinema"

29 – “A Vida Útil – Um Conto de Cinema”, de Federico Veiroj

O empregado de um cinema precisa refazer a vida quando o local onde trabalha é fechado. Este filme uruguaio tem parte filmada na cinemateca do país. Melhor filme nos festivais de Havana e Cartagena. Estreia nacional: 28 de setembro.

30 - "Eu Receberia as Piores Notícias dos Seus Lindos Lábios"

30 – “Eu Receberia as Piores Notícias dos Seus Lindos Lábios”, de Beto Brant e Renato Ciasca

As relações de uma prostituta com um pastor e, depois, na Amazônia, quando já é a esposa do pastor, com um fotógrafo. O filme fez muito barulho por causa da festejada nudez de Camila Pitanga, mas, claro, há mais do que isso. Foi exibido aqui no Fest Aruanda de 2011. Estreia nacional: 20 de abril.

31 - "Luz nas Trevas - A Volta do Bandido da Luz Vermelha"

31 – “Luz nas Trevas – A Volta do Bandido da Luz Vermelha”, de Helena Ignez

Helena, viúva de Roberto Sganzerla, principal diretor do underground brasileiro, toma roteiro que o marido deixou e filma a continuação do maior clássico dele. Estreia nacional: 3 de maio.

ATUALIZAÇÃO (23h30): O Rodrigo Laurentino me lembrou bem: o filme foi exibido aqui em uma sessão no Cineport 2011.

32 - "O Gato do Rabino"

32 – “O Gato do Rabino”, de Antoine Delesvaux e Joann Sfar

Animação francesa que adapta a elogiada HQ de Sfar. Ganhou o César de melhor filme de animação e concorreu ao Annie (o Oscar da animação nos EUA) de melhor filme. Estreia nacional: 24 de agosto.

33 - "Conspiração Americana"

33 – “Conspiração Americana”, de Robert Redford

Antes do filme de Spielberg, Robert Redford dirigiu este sobre o assassinato de Lincoln. Estreia nacional: 3 de maio.

34 - "5x Pacificação"

34 – “5x Pacificação”, de Cadu Bercelos, Rodrigo Felha, Wagner Novais e Luciano Vidigal

Depois de 5x Favela – Agora por Nós Mesmos, o mesmo modelo de filme em episódios dirigidos por cineastas moradores das comunidades aborda o processo de pacificação das favelas. Estreia nacional: 15 de novembro.

35 - "Elefante Branco"

35 – “Elefante Branco”, de Pablo Trapero

O mesmo diretor de LeoneraAbutres volta a trabalhar com Ricardo Darín em uma história que se passa na maior favela de Buenos Aires. Estreia nacional: 2 de novembro.

36 - "Flores do Oriente"

36 – “Flores do Oriente”, de Zhang Yimou

Novo filme do principal cineasta chinês, o que por si só já deveria render sua exibição. A história se passa durante a invasão japonesa em 1937, tem Christian Slater e está indicado ao Globo de Ouro de filme de língua não inglesa. Estreia nacional: 25 de maio.

37 - "Elles"

37 – “Elles”, de Malgorzata Szumowska

Juliette Binoche interpreta uma jornalista da Elle que faz uma reportagem sobre estudantes que se prostituem. Estreia nacional: 20 de julho.

38 - "Cara ou Coroa"

38 – “Cara ou Coroa”, de Ugo Giorgetti

Teatro e ditadura militar nos anos 1970, na visão de um importante diretor brasileiro. Estreia nacional: 7 de setembro.

39 - "À Margem do Lixo"

39 – “À Margem do Lixo”, de Evaldo Mocarzel

Documentário sobre catadores de papel na Grande São Paulo. Mocarzel é o mesmo diretor de Do Luto à Luta. Estreia nacional: 4 de novembro.

40 - "Uma Longa Viagem"

40 – “Uma Longa Viagem”, de Lúcia Murat

Lúcia conta a história do irmão, que embarcou em uma viagem longa pelo mundo e também pela contracultura durante a ditadura militar. Passou aqui no Fest Aruanda de 2011. Estreia nacional: 11 de maio.

41 - "Celeste e Jesse para Sempre"

41 – “Celeste e Jesse para Sempre”, de Lee Toland Krieger

Casal se divorcia e tenta manter a amizade enquanto tocam a vida para a frente. A atriz Rashida Jones (da série The Office), que interpreta a Celeste, é co-roteirista do filme. Estreia nacional: 30 de novembro.

42 - "Um Verão Escaldante"

42 – “Um Verão Escaldante”, de Philippe Garrel

O cineasta dirige seu filho, Louis Garrel, fazendo par com nada menos que Monica Bellucci. Eles formam um casal – pintor e atriz – que entra em crise quando compartilham uma viagem a Roma com outro casal. Estreia nacional: 1º de junho

43 - "Histeria"

43 – “Histeria”, de Tanya Wexler

Em nome da ciência médica, a invenção do vibrador. Maggie Gyllenhaal é a atriz principal. Estreia nacional: 9 de novembro.

44 - "Girimunho"

44 – “Girimunho”, de Helvécio Marins Jr. e Clarissa Campolina

Duas mulheres que observam redemoinhos em um rio e seus dilemas pessoais. O filme foi selecionado para o Festival de Veneza. Estreia nacional: 26 de abril.

45 - "Aqui É o Meu Lugar"

45 – “Aqui É o Meu Lugar”, de Paolo Sorrentino

Sean Penn vive o roqueiro aposentado – muito parecido com Robert Smith, do Cure – que viaja pelos EUA tentando encontrar o algoz de seu pai na II Guerra. Estreia nacional: 27 de julho.

46 - "Amor Impossível"

46 – “Amor Impossível”, de Lasse Hallström

Especialista em pesca é contratado para ser o consultor de um projeto louco de um sultão: criar um ambiente para a pesca no deserto do Oriente Médio. O filme, Ewan McGregor e Emily Blunt estão indicados no Globo de Ouro. Estreia nacional: 15 de junho.

48 - "Menos que Nada"

47 – “Menos que Nada”, de Carlos Gerbase

Em uma instituição mental, uma médica se interessa por um paciente com esquizofrenia. Gerbase é da mesma turma da Casa de Cinema de Porto Alegre de onde vem, também, Jorge Furtado. Estreia nacional: 20 de julho

49 - "Bem Amadas"

48 – “Bem Amadas”, de Chistophe Honoré

Mãe e filha na vida real, Catherine Deneuve e Chiara Mastroianni também são mãe e filha na tela em um filme que mostra as relações delas com os homens dos anos 1960 aos 2000. E é de Honoré, o mesmo de A Bela Junie Canções do Amor. Estreia nacional: 12 de outubro.

49 - "Rock of Ages - O Filme"

49 – “Rock of Ages – O Filme”, de Adam Shankman

O versão do musical da Broadway que enfocava o rock dos anos 1980 também passou em brancas nuvens. Nem Tom Cruise no elenco garantiu a exibição. Estreia nacional: 24 de agosto.

50 - "Apenas uma Noite"

50 – “Apenas uma Noite”, de Massy Tadjedin

Drama com Keira Knightley, mais um abordando de um lado mais existencial as questões referentes à fidelidade no casamento. Estreia nacional: 15 de junho.

50 filmes que não foram exibidos em João Pessoa em 2011 <<
>> 50 filmes que não foram exibidos em João Pessoa em 2013

RETROSPECTIVA 2012:

Eleição Melhores do Ano 2012
Meus melhores do ano
– Musas de 2012

Os títulos mais esdrúxulos de 2012