Flores e Árvores (Flowers and Trees, 1932)
Direção: Burt Gillett. Produção: Walt Disney.
Vencedor do Oscar de curta de animação de 1932

É da série Silly Symphonies o primeiro Oscar para um curta de animação na História – ainda na época que o prêmio era para filmes lançado da segunda metade de um ano à primeira metade de outro. Primeiro desenho animado em Technicolor, o curta da Disney não deixa barato e aproveita bem seu enredo no uso das cores. A insistência pelo colorido foi do próprio Disney, já que a animação havia sido produzida originalmente em preto-e-branco. O desenho dá consciência a plantas, animais e, em um pequeno momento, até ao fogo, para contar um romance entre duas árvores. Mantém o charme até hoje. A atenção aos detalhes é uma marca que a Disney saudavelmente manteve – como os morcegos que saem da boca do tronco ranzinza que boceja.

>> Indicado ao Oscar 1932: It’s Got Me Again

Anúncios