The Merry Old Soul (1933)
Direção: Walter Lantz, William Nolan. Produção: Walter Lantz.
Indicado ao Oscar de curta de animação em 1934.

Aqui, temos o casamento de um rei no mundo dos contos-de-fadas. O desafortunado monarca – que é a cara do Oliver Hardy – descobre logo que a esposa tem uma infinidade de bebês. As gags partem daí – ótima a cena em que se pensa que o rei está lavando roupa e ele está é dando banho nas crianças, numa verdadeira linha de produção. O trocadilho do título que usa uma expressão comum a respeito do sul dos Estados Unidos, trocando por soul (o gênero musical), não esconde que este curta tem a música como fio condutor neste exemplar de Walter Lantz (que comandaria o Pica-Pau anos depois) para a Universal, apresentado aqui na série Merrie Melodies.

Indicado ao Oscar 1934: Arranhando o Céu <<
>> Vencedor do Oscar 1935: A Tartaruga e a Lebre

Anúncios