"The Lovebirds". de Bruno de Almeida

“The Lovebirds”. de Bruno de Almeida

Começa hoje mais uma edição do Cineport, o Festival de Cinema de Países de Língua Portuguesa. É a sexta edição do festival, a quarta em João Pessoa.

Bienal, o festival teve um atraso para esta edição – a última foi em 2011. Mas voltou ao primeiro semestre e voltou a ter 10 dias de duração, na expectativa de que a um tanto tumultuada quinta edição continue sendo uma exceção.

A entrada para a Usina Cultural é R$ 2. Lá dentro, todas as atrações são gratuitas. Para as sessões de cinema, é preciso pegar senhas, devido à lotação das salas. Cada pessoa pode pegar duas.

Veja aqui os destaques da programação de hoje.

18h – Abertura, com a inauguração das exposições Exposição Fábrica, de Daniel Blaufuks, Visagens Nordestinas, de Augusto Pessoa, e Eu Sei que Não São Bandeirinhas, Volpi, de Pedro Bastos. (Galerias)

19h – Sessão Guimarães, Capital da Cultura Europeia

A cidade portuguesa de Guimarães (eu me lembro do Vitória de Guimarães, time português) foi escolhida capital da cultura europeia em 2012. A efervescência gerou, entre outras coisas, filmes. Essas produções são mostradas nessas sessões. Hoje, três curtas: O Bravo Som dos Tambores, de João Botelho; A Palestra, de Bruno de Almeida; e Em Honra de São Gualter, de Rui Simões. (Tenda Andorinha)

20h – Sopro, de Marcos Pimentel

O documentário mostra uma vila rural no meio do nada, onde há pessoas isoladas de maiores contatos com o mundo exterior. (Sala Vladimir Carvalho)

21h – O Grande Kilapy, de Zezé Gamboa

Lázaro Ramos é o astro desse filme do diretor angolano, filmado parcialmente em João Pessoa. Ele interpreta um bon vivant de Luanda, que é alto funcionário de um banco na Angola ainda colônia de Portugal, que desvia dinheiro para amigos que lutam pela independência. (Tenda Andorinha)

21h30 – The Lovebirds, de Bruno Almeida

Co-produção entre Portugal e Estados Unidos, o filme conta seis histórias simultâneas no decorrer de uma noite em Lisboa. O filme foi premiado no Fantasporto. (Sala Vladimir Carvalho)

23h – Show de A Troça Harmônica

O grupo paraibano  comemora um ano na Usina Cultural, onde fez seu show de estreia. (Tenda Música)

Anúncios