APTOPIX Brazil Soccer WCup Brazil Croatia

Impressões de ontem:

1 – MERECEMOS GANHAR. O time começou nervoso, a pressão era grande, mas conseguiu dominar os nervos e ir buscar o placar.

2 – NÃO FOI PÊNALTI, CLARO. Mas pelo ângulo do juiz, acho que pareceu mesmo penalti. Não marcar mudaria o resultado do jogo? Bem, o futebol é aquela velha caixa de bombons de Forrest Gump, mas claro que a possibilidade de terminar vencendo mesmo sem aquele penalti era o mais provável. A merda é que corremos o risco de se falar nisso a Copa inteira.

3 – A CERIMÔNIA DE ABERTURA: NHÉ. A parte brasileira do encerramento das Olimpíadas de Londres foi mil vezes melhor. Os três patetas cantando aquela tranqueira de música oficial também não ajudou. MAS: abertura de Copa nunca é um graaaaande evento, mesmo, a gente fica acostumado com Olimpíadas, que é diferente, mais grandioso. Então, podia ser melhor, mas é aquilo ali mesmo, meio chinfrim.

4 – XINGAMENTOS A DILMA: ridículo. Pareceu pirraça de menino de oito anos. Cresçam.

5 – PROTESTOS: já faz tempo que deixaram de dizer o que deve ser dito.

6 – “A GLOBO NÃO MOSTRA”. Besteira. Mostrou e até Galvão falou dos protestos no intervalo. O que não ia acontecer é o jogo ser interrompido pra transmitir ao vivo os quebra-quebras, ora.

7 – “SE O BRASIL PERDER A COPA, DILMA PODE NÃO SE ELEGER”. Besteira. Dilma tem vantagem suficiente para não depender da Copa.

8 – “SE O BRASIL GANHAR A COPA, DILMA VAI SE ELEGER”. Besteira. Dilma tem vantagem suficiente para não depender da Copa.

9 – POLARIZAÇÃO CHATA DEMAIS: é uma merda um país onde até sua opinião sobre a cerimônia de abertura de um torneio esportivo mede seu grau de apoio ou oposição ao governo. Você pode votar contra a Dilma e curtir a Copa, meu filho. Você pode votar na Dilma e achar que o governo precisa, sim, melhorar em muitas áreas e ser criticado por isso, meu filho.

10 – OSCAR. Roubou uma bola no meio de dois croatas e deu o passe para o gol de empate, deu o passe que resultou no penalti maroto, fez o terceiro gol. Pra mim, o nome do jogo.

11 – NEYMAR. Quanto tinha que resolver, resolveu (com um golaço, inclusive). Tem tudo pra ir longe.

Anúncios