You are currently browsing the category archive for the ‘Vida moderna’ category.

Gianni Versace

15 de julho, há 20 anos: Morre, em 1997, aos 50 anos, o estilista italiano Gianni Versace. Ele foi o fundador de uma das mais famosas grifes de moda, que leva seu sobrenome, lançando também perfumes, maquiagens e acessórios. Versace era amigo de
celebridades e aproximou as indústrias da moda e da música. Morreu assassinado na porta de sua casa, em Miami, pelo assassino em série Andrew Cunanan, que se matou dias depois sem ter revelado os motivos para o crime. A história do assassinato será dramatizada em uma das próximas temporadas de American Crime Story.

Parabéns, filhote! Papai e mamãe amam você mais do que conseguem dizer.

Arthur 1 ano

Revista_veja_n1

A primeira edição da revista Veja é publicada em 1968, há 45 anos. A revista semanal criada por Roberto Civita e Mino Carta, nos moldes de conjeneres americanas como a Time, não demorou a se tornar a revista de maior circulação nacional do país. No entanto, um acentuamento a partir dos anos 1990 do alinhamento à direita e da exposição tendenciosa além do limite da ética de temas para provar suas teses têm manchado continuamente a imagem da publicação. A primeira edição da revista trazia, entre outras matérias, uma sobre Luiz Gonzaga e seus dois milhões de discos vendidos.

Primeira edição aqui.

DP capa

Muita gente tendo certeza de muita coisa. Mas onde o ser humano está envolvido, não se pode ter certezas absolutas. Muita coisa pode acontecer ou definir rumos.

– “Protestos sem um foco específico não dão em nada”
Quem sabe? Há muita coisa aí para ser protestada, não dá para esperar uma passeata de 100 mil sobre cada uma dela (PEC-37, Copa no Brasil em qualquer contrapartida prática na infraestrutura, serviços públicos de merda, Marco Feliciano, bolsa-estupro, corrupção generalizada e descarada na classe política que já não representa mais ninguém qualquer que seja o partido e, sim, o aumento nas passagens de ônibus em locais onde R$ 0,20 fazem diferença no orçamento de MUITA gente). O foco é difuso? É. Mas isso também pode ajudar fazendo os governos (no plural) ficarem meio perdidos, sem soluções fáceis e – quem sabe? – pensando que passaram dos limites na despreocupação com o povo e é melhor mudar um pouco a postura mesmo porque estão cobrando. PODE ser que, no fim, não resulte em nada. E PODE ser que resulte em algo.

– “As manifestações viraram festa, moda, saudosismo da luta contra a ditadura de quem não a viveu”
Deve ter gente, claro, que vai pela onda. É justo resumir a manifestação a isso? Centenas de milhares de pessoas no Brasil, fora as centenas em Los Angeles, Nova York, Boston, Dublin, na Itália, etc, estão TODOS só por uma moda? Tem gente que vai por solidariedade aos amigos ou até a quem não conhece, tem gente que vai porque é marxista-leninista (ou outro “ista” qualquer), tem gente que vai por protestos específicos, tem gente que vai porque quer mostrar que alguma coisa tem que mudar na FILOSOFIA pela qual o país funciona.

– “As manifestações estão sendo usadas politicamente”
Será mesmo? É claro que é política, e que há quem vá tentar. Partidos nanicos da esquerda radical estão pegando o bonde andando, por exemplo. Mas que lucro eles estão tendo em manifestações onde um dos grandes bordões é “o povo unido não precisa de partido”? Ah, é o PSDB? E o protesto em frente ao Palácio Bandeirantes? E a PM paulista (comandada pelo governo) sentando o sarrafo em todo mundo na semana passada? O mais lógico, pra mim, foi dito pela comentarista da Globo News, Renata Lo Prete: “PT e PSDB adorariam empurrar para o outro a conta desses protestos, mas não podem. Estão abraçados nessa”.

– “Atores ficam tirando fotinho maquiados, mas não vão pra rua participar”
Será mesmo? Bruno Gagliasso, Sergio Marone, Eriberto Leão, Thaila Ayala, Débora Nascimento e outros estavam na manifestação carioca. Além disso, na era das comunicações em que vivemos, é importante, sim, atos simbólicos de apoio que cheguem a muito mais pessoas e sensibilizem essas pessoas. Acho importante que Fernanda Montenegro diga, como disse, que apoia o movimento e que ele reinvidica “a essência do que o Brasil precisa: escola, saneamento, liberdade de expressão”.

– “A mídia burguesa (ou golpista ou de direita ou conservadora, etc, etc, etc) é contra os manifestantes”
Acompanhei Globo News, Band News, Globo e até a Rede TV ontem, das 18h à meia-noite. Não vi nada demais das emissoras, mas vi muita gente no Facebook falando roboticamente contra a mídia e sendo desmentido o tempo todo por ela. “O Jornal Nacional não está falando sobre o quebra-pau em Belo Horizonte!”. Falou. “A mídia não está mostrando o que aconteceu em Porto Alegre!”. Mostrou. “A Globo News está falando mal dos manifestantes!”. O tempo todo comentaristas convidados que eram antropólogos e cientistas sociais estavam francamente pró-manifestações. “Mas a Leilane ficou o tempo todo dizendo que estava com medo da violência”. Quando vamos aprender a conviver com a outra opinião? “Só mudaram agora porque jornalistas foram agredidos”. “Só mudaram agora para se aproveitar da situação”. Ninguém é inocente, claro, mas desconfio também de que nem todo jornalista é um Lex Luthor em potencial. Se a imprensa reagiu ao fato de que jornalistas foram agredidos, é natural, como também é natural a mídia seguir a população depois de um tempo tentando entender o que se passa.

– “A mídia reduziu tudo ao vandalismo”
No começo. Na quinta-feira, a coisa já mudou. Além da teoria da conspiração corporativa, vamos entender o que é uma notícia: um epíteto que resume bem é “notícia não é o cachorro mordendo o homem, é o homem mordendo o cachorro”. Ou seja, é o que sai do normal. Há uma manifestação na cidade? Taí a notícia. Na manifestação rolou um tumulto generalizado? Taí a notícia, o que fugiu do normal. É superficial, óbvio, e também sensacionalista. Não analisa as razões pelas quais as manifestações estão acontecendo, mas pode ser (repito, PODE SER) apenas uma decisão editorial das redações (que são constituídas por pessoas diferentes umas das outras e, portanto, também as redações são sensivelmente diferentes umas das outras). Além disso, a TV aberta é, por natureza, superficial e sensacionalista – o telejornal tem 30 minutos, o resumo obrigatório ajuda a provocar isso tudo (o que se sobressai é o espetáculo, para segurar a audiência). Um canal de notícias na TV paga tem condições (espaço e tempo) de analisar melhor o fato, assim como um jornal tem sobre a TV aberta e uma revista semanal tem sobre o jornal. Pode ter havido decisões vindas de cima sobre como cobrir as manifestações? PODE. Pode não ter havido? TAMBÉM PODE.

– “O vandalismo ajuda a manifestação”
Será mesmo? A PM partir pra porrada deve ter ajudado: o número muito maior de manifestantes nesta segunda deve ter sido em solidariedade pelo que aconteceu semana passada. Ali, ficou claro: a PM partiu pra cima e o que se viu foi o resultado disso. E ontem, quando, no Rio, foram os manifestantes que partiram pra cima? Não é lógico pensar que, desta vez, o apoio popular poderia ser reduzido?

– “A mídia vai usar o vandalismo de ontem contra a manifestação”.
Será mesmo? O que mais se ouviu é a frase “um pequeno grupo”, que “não representa” todos os manifestantes… Agora, repare: as certezas que surgirão a partir daí são frontalmente antagônicas. Há quem vá dizer: “Isso é porque a mídia está tentando minimizar isso aí que é realmente a força do movimento”. E há quem vá dizer: “A mídia centrou o foco no vandalismo para tirar a legitimidade do movimento”.

– “Há infiltrados nas manifestações para causar esse vandalismo e desmoralizar as manifestações”
Pode ser. Mas no Rio isso aconteceu lá no final da manifestação e não na hora do 100 mil. Se era para causar o caos, por que não antes quando havia mais gente? E sabe-se também que baderneiros existem mesmo. Quem passou pela volta da Arena Pernambuco sabe que isso existe até para pegar um ônibus.

Então, menos certezas e mais dúvidas, por favor. Para todos os lados.

Este aí em cima é Cooper. E o que ele tem no pescoço é uma máquina fotográfica. Isso aí, o gatinho de Seattle carrega uma câmera a tiracolo uma vez por semana, colocada por seus donos. Programada para disparar a cada dois minutos, ela registra as andanças do bichano pela vizinhança e suas observações sobre as coisas.

As fot0s de Cooper já o ajudaram a se comunicar com seus donos, revelaram alguns de seus esconderijos preferidos para focar sossegados e seus encontros c0m outros gatos das redondezas. E, não menos importante, são bonitas, estão no Facebook, já renderam duas exposições e são vendidas na internet por até R$ 500.

A foto aí debaixo é uma das tiradas por Cooper. Saida mais e veja mais fotos no site da BBC Brasil.

Como vocês talvez saibam, Larissa e eu nos casamos. No começo, não íamos querer nenhum vídeo do casamento, mas o Felipe nos convenceu. E não nos arrependemos: ficou tão bom que ele insiste que a gente chame de “filme”.

Então está aí o trailer do filme. Como sou suspeito, não posso dar as cinco estrelas que dá vontade. Até porque não tenho nada contra finais felizes – principalmente se for o meu. Nem contra começos felizes, também.

Estamos aí nós, nossa família e muitos queridos amigos (que também são uma família querida nossa).

Para fechar 2010, dois dos melhores réveillons de Hollywood: Se Meu Apartamento Falasse e Harry & Sally, Feitos um para o Outro!

E um feliz ano novo pra você. Há quem diga que a meia-nite de hoje não é mais do que uma meia-noite como qualquer outra, mas o espírito humano atribui significado às coisas e esse significado tem poder. Para quem quiser, o ano novo pode ser mesmo uma oportunidade de mudanças.

E por mudanças, entenda-se até mesmo uma continuação de melhora, se este ano já tiver sido ótimo. Melhorar o que já é bom também é mudar.

Se amanhã, no dia primeiro, você olhar em volta e  as coisas não tiverem mudado, não se preocupe: o ano novo pode começar a qualquer momento, em qualquer dia. Depende mais de você do que da rotação da Terra.

Alguém pode pensar que temos ate vários anos novos por ano. Eu tive um em setembro, terei outro em fevereiro. E a idéia é sempre encará-los da mesma forma: a certeza que os amigos estão sempre a postos para os dar o suporte necessário e que fazer o certo é sempre não fazer aos outros aquilo que você não gostaria que fizessem a você.

Se todo mundo agisse assim, que melhor seria esse mundo, não?

Por isso, um feliz ano novo pra você – começando hoje ou quando começar.

A madrugada desta terça para quarta-feira traz mudanças profissionais para o este blogueiro. Após sete anos de casa, me despedi do Jornal da Paraíba na sexta passada – minhas últimas matérias lá saíram na edição de domingo. Os rumos me levam ao Correio da Paraíba, onde começo nesta quarta.

Com isso, o Boulevard do Crepúsculo também deixa de fazer parte do escrete de blogs do portal Paraíba 1. Encerramos uma colaboração que foi bastante prazerosa. Em ambas as empresas, deixo muitos e queridos amigos – aos quais espero somar os que virão no novo desafio profissional (além dos que reencontrarei – não são poucos).

Toda mudança me deixa apreensivo. Mas (e talvez por isso) o blog não terá mudanças. Continuarei abordando os mesmos assuntos – e espero que com mais tempo para que nos encontremos por aqui.

Hoje este blog (se contarmos desde o primeiro Minha Vida de Cinéfilo) completa cinco anos. Lá naquele comecinho havia uma apresentação do que eu gostava e do que odiava. Aqui vai uma reprodução de uma das coisas que gostei, pra lembrar o aniversário:

Mulheres. É lógico que são maravilhosas. Foi a última criação de Deus – ele já havia treinado bastante, estava com prática. E, além do mais, o homem já estava ali, para dar seus palpites.

– Afina a cintura um pouquinho. Isso. Agora, aumenta mais um pouco mais essas duas coisas redondas aqui em cima.

– “Seios”, Adão.

– Pára, pára aí! É isso! Não mexe mais em nada…

Quando Deus concluiu seu projeto, sentiu-se realizado: havia chegado à perfeição. Ao sublime. Sem equívocos, como a tromba do elefante ou as pernas em excesso da centopéia. Ali, chegou ao equilíbrio ideal. Porém, depois de um tempo, Adão não parecia muito satisfeito.

– Qual é o problema, Adão?

– Não sei… Sabe quando algo é perfeito demais? Em excesso? Ela é linda, é inteligente, é divertida… A verdade é que está meio sem graça.

– Sem graça?

– É. Meio sem emoção. Eu já sei tudo o que vai acontecer. Aí, está meio chato.

– Bom, eu posso fazer com que ela tenha algumas atitudes imprevisíveis de vez em quando.

– Parece interessante… O que o Senhor pretende?

– Bem, talvez fazê-la ter umas reações desproporcionais ou sem sentido. Ou, às vezes, as duas coisas juntas. Ah, peraí, pensei numa coisa que vai desconcertar você.

– O que é?

– Olha só: ela vai ficar emburrada e você não vai saber o que é. Aí, quando você quiser resolver o problema e perguntar, ela vai responder: “Nada”. Garanto que isso vai tirar você do sério.

– Beleza! Pode instalar.

E, assim, o ser que é perfeito foi aperfeiçoado com a inclusão de alguns defeitos charmosos. Adão nunca soube se agradecia ou se arrependia. Mesmo assim nunca teve dúvidas de que Eva era o ponto alto da veia artística divina. Dá-lhe, Senhor!

Este post é para alguns amigos que pediram e estão acostumados com esse tipo de ajuda. Não fique constrangido: você pode pular para o próximo ou encará-lo como dicas pra você mesmo, se quiser.

Meu aniversário está aí e compreendo meus amigos que costumam quebrar a cachola para me dar um presentinho. Com meus mais de 600 DVDs na estante, é difícil saber o que eu tenho e o que não tenho. Eu costumava ter uma lista num site que minha linda amiga Vívian montou certa vez (agora, desativado). Assim, vou dar umas dicas para ajudar os interessados.

Por exemplo, tem uns livros do Ruy Castro que eu ainda não tenho. Como o mais recente, O Leitor Apaixonado. Mas também posso aceitar o Era no Tempo do Rei ou o Rio Bossa Nova – Um Roteiro Lítero Musical. Ou ainda, alguma coisa editada e traduzida por ele, como O Livro dos Insultos, com textos de H.L. Mencken.

Há DVDs, sim, que eu quero ter e ainda não consegui. Por exemplo, o Persépolis duplo, os qualquer uma das três temporadas da série clássica de Jornada nas Estrelas, ou até Alf, o E.Teimoso. Ainda nas série, poderia ser qualquer uma das quatro temporadas de A Gata e o Rato.

E não acharia mal ganhar a edição dupla de Homem de Ferro, por exemplo. Ou o quarto volume da série animada do Batman (atenção, hein? Eu já tenho as três primeiras).

Há diversos clássicos que estão na minha mira. Ser ou Não Ser, A Caixa de Pandora (e se alguém se aventurar em me dar a edição importada da Criterion Collection, também não reclamo, hehehe).

Vale até ficar na promessa de mimos que estão saindo aí neste fim de ano. Por exemplo, as extraordinárias edições comemorativas de 70 anos de …E o Vento Levou e O Mágico de Oz, que só saem em dezembro. A Warner prometeu muita coisa para este fim de ano: a reedição em widescreen dos DVDs da série Harry Potter, o genial Intriga Internacional de Hitchcock em edição dupla e extras (espero) legendados, e o primeiro volume da coleção dos desenhos de Charlie Brown e Snoopy restaurados e em ordem cronológica

E por falar em Peanuts, a L&PM está lançando este mês o primeiro volume do sensacional Peanuts Completo. Vou fazer a coleção, é óbvio. Mas há muita coisa de quadrinhos aí que são uma tentação. Retalhos, o Gênesis de Crumb (o Vladimir Carvalho me ligou de Brasília para dizer que comprou e achou sensacional) e até o Turma da Mônica – Romeu & Julieta (o MSP 50 e o Bidu 50 Anos, naturalmente, já tenho). Ou o Verão Índio, no Manara e do Hugo Pratt.

Falando em Pratt, também fico feliz com qualquer edição de Corto Maltese ou Tintim, já que não tenho nenhuma. Mas as primeiras são, respectivamente, A Balada do Mar Salgado e Tintim no País dos Sovietes – só para lembrar.

Na linha dos super-heróis também tem muita coisa legal. Tem a Biblioteca DC Mulher Maravilha ou Os Novos Titãs, mas mesmo um da serie Grandes Clássicos DC, como Lanterna Verde e Arqueiro Verde, eu gostaria de ganhar. Só não vale Batman – Ano Um, que eu já tenho. Ou as séries Crônicas, DC 70 Anos e Superman 70 Anos, que também já tenho.

De Asterix, então, a lista é grande, porque eu tenho uns 15, mas falta mais da metade da coleção. Pode ser qualquer um desses: A Cizânia, Asterix entre os Helvéticos, O Domínio dos Deuses, Os Louros de César, O Adivinho, O Presente de César, A Grande Travessia, Asterix entre os Belgas, O Grande Fosso, A Odisséia de Asterix, O Filho de Asterix, As 1001 Horas de Asterix, A Rosa e o Gládio ou A Galera de Obelix. Ou até o novo O Aniversário de Asterix e Obelix – O Livro de Ouro, que está saindo este mês.

CD? Qualquer um da nova edição dos Beatles serve.

Já havia publicado isto no antigo Minha Vida de Cinéfilo – depois de achar sei lá onde ou receber por e-mail sei lá de quem -, mas merece um retorno:  um horóscopo bastante sincero. Ótimo, pra vocês perceberem que não são flores que se cheire, afinal.

ÁRIES – 21/03 a 20/04
Você é metido a honesto, sincero e se acha um líder natural. O problema é que você faz tudo ao contrário e não consegue influenciar ninguém. Você gosta de chegar em um determinado lugar e “botar pra quebrar”. Isso faz de você um ignorante completo. Na verdade, você arruma confusão em todo lugar que passa. Simplesmente porque você quer fazer as coisas do seu jeito nem que seja na base da porrada. O que você quer mesmo é poder. Você quer chegar ao poder nem que tenha que ferrar com todos em sua volta. A sorte dos outros signos do zodíaco é que você nunca consegue chegar ao poder. Falta inteligência! As profissões típicas do ariano: guarda de trânsito, juiz de futebol, lutador de jiu-jitsu.

TOURO- 21/04 a 20/05
Você é materialista e trabalha como um condenado. As pessoas dos outros signos do zodíaco pensam que você é um pão-duro, cabeça-dura, mão-de-vaca e estão certas. Além disso, você é um teimoso desgraçado que faz só burrada na vida e continua fazendo, fazendo, fazendo… Você deve estar se perguntando: por que eu trabalho tanto e só me ferro??? A resposta é simples: sua cabeça-dura não deixa você enxergar um palmo além do seu nariz. Por isso que você trabalha como um condenado e nunca consegue subir na vida. Só leva fumo, e graças a sua teimosia idiota, continua levando, levando, levando… Profissões típicas do tourino: peão-de-obra, triatleta, carregador de piano.

GÊMEOS- 21/05 a 20/06
Você é um falso “duas caras”, fofoqueiro, mentiroso e um grande cara-de-pau. Você não é confiável. É sinistro. No trabalho, faz amizade com todos como se fosse o melhor amigo e depois entrega todo mundo para o chefe. Você é tão safado que ninguém desconfia de você. Você gosta mesmo é de ferrar com os outros e depois ficar rindo da cara deles. Você é um galinha. Não tem nenhum conceito de moral e tem caráter duvidoso. Além disso, todos consideram você um canalha mal-resolvido. Geminianos costumam ter muito sucesso para chifrar, e também no incesto, na prostituição e na cafetinagem. Profissões típicas do geminiano: palhaço de circo, político corrupto, prostituto(a).

CÂNCER – 21/06 a 21/07
Você é um chorão desgraçado. Os outros signos do zodíaco são obrigados ficar agüentando você reclamar da sua vida. Você se acha solidário e é compreensivo com os problemas das outras pessoas, o que faz de você um baba-ovo puxa-saco. O que você quer mesmo é ficar “bem na fita”. Você só quer saber de se dar bem, custe o que custar, e acaba sempre ficando numa boa, apesar de não valer nada. É na verdade um canalha com cara de santo. Quando pressionado você faz chantagem emocional. Chora e faz da sua vida a pior de todas. Por isso, os outros signos do zodíaco nunca desconfiam de você. E o pior é que todos gostam de você. Profissões típicas do canceriano: cabeleireiro, manicure/pedicure, animador de auditório.

LEÃO – 22/07 a 22/08
Você se acha o máximo, um líder natural. Isso é o que você acha. Os outros signos do zodíaco acham você um idiota. A sua prepotência é insuportável para os outros signos do zodíaco e até para você mesmo. Você não passa de um baba-ovo, puxa-saco incompetente querendo se promover a todo custo. Quer ter “status”, ser o “rei da cocada preta”, mesmo sabendo que não tem condição alguma de ser. Você quer ser a atenção de todos. Como não tem inteligência nem sempre consegue. Daí a sua agressividade. Gosta de botar todo mundo pra trabalhar pra você, enquanto você mesmo fica reclamando da vida sem fazer nada. Profissões típicas do leonino: Sequestradores, diretores, ditadores emergentes.

VIRGEM – 23/08 a 22/09
Você é metido a perfeccionista, observador e detalhista. Gosta de analisar e gerenciar tudo. Essa sua maldita mania faz de você um burocrata insuportável. Você é um bitolado e não tem nenhuma imaginação ou criatividade. Gosta mesmo é de tomar conta da vida dos outros. Critica os outros, “mete o pau”, mas não enxerga o próprio rabo. Quando as pessoas dos outros signos do zodíaco preenchem aquele maldito formulário de quinze vias carbonadas, de cinco cores diferentes, que devem ser batidos à máquina, elas não tem dúvida: só pode ser um virginiano que fez. Profissões típicas do virginiano: funcionário público, montador de quebra-cabeças, contador de clipes.

LIBRA – 23/09 a 22/10
Você se acha equilibrado, idealista e justo. Parece sentir a necessidade de proteger os outros e lutar contra as injustiças. Na verdade, você pensa mesmo somente em si. Você é um engomadinho metido. Gosta de coisas sofisticadas e de alto nível, mas não passa de um ignorante desinformado. Nas conversas, quer falar sobre coisas de alto nível intelectual como literatura e arte, e dificilmente entra em assuntos polêmicos. Quer ser politicamente correto. Na realidade você é um grande “fazedor de média” puxa-saco baba-ovo. Isso esconde sua verdadeira cara. Dessa forma, os outros signos do zodíaco nunca saberão seu real interesse, que é ferrar com os outros. Afinal, você é um teimoso, ignorante e ambicioso. Profissões típicas do libriano: advogado do diabo, gerente de casa de tolerância, pastor evangélico.

ESCORPIÃO – 23/10 a 21/11
Você é o pior de todos. Você é desconfiado, vingativo, obsessivo, rancoroso, vagabundo, frio, cruel, antiético, sem caráter, traidor, orgulhoso, pessimista, racista, egoísta, materialista, falso, malicioso, mentiroso, invejoso, cínico, ignorante, fofoqueiro e traiçoeiro. Você é um canalha completo. Só ama sua mãe e a si mesmo. Aliás, alguns de vocês não amam nem a mãe. Você é imprestável e deveria ter vergonha de ter nascido. Escorpianos são tiranos por natureza. São ótimos nazistas ou facistas. Seu único objetivo na Terra é ferrar com os outros. E você tem um orgasmo quando consegue isso. Pelo bem dos outros signos do zodíaco, os escorpianos deveriam ser todos exterminados. Profissões típicas dos escorpianos: carrasco, terrorista, serial killer.

SAGITÁRIO – 22/11 a 21/12
Você é um otimista e tem uma forte tendência em confiar na sorte. Isso é bom para você, já que é imprudente, irresponsável, limitado e não possui nenhum talento. Como não tem competência, sempre arruma uma forma de se desculpar de suas burradas na vida. E sempre põe a culpa nos outros. Mas na verdade você que é incompetente mesmo. Você é um teimoso, ambicioso e metidinho. Na verdade, você é um idiota fracassado. Além do mais, seu conceito de ética e moral é limitado. Você é um puxa-saco, galinha e gosta mesmo é de sacanagem. Quando consegue alguma coisa na vida é sempre de forma obscura. Profissões típicas do sagitariano: ator pornô, advogado do Diabo, bicheiro.

CAPRICÓRNIO – 22/12 a 20/01
Você é metido a sério, conservador e politicamente correto. Na verdade você é um materialista, falso, ambicioso e safado. Você tem uma tendência de ser enrustido em tudo. Grandes homossexuais foram capricornianos. Você é frio, não tem emoções e freqüentemente dorme enquanto está trepando. Você quer manter as aparências. Quando encontra um “amigo”, abraça, deseja tudo de bom… mas na primeira oportunidade que tem executa a sangue frio. No fundo você gosta mesmo é de ferrar com os outros. Você nunca joga limpo e sua frieza faz de você sanguinário completo. Mas que importa? Se a grana está entrando… ótimo! Profissões típicas do capricorniano: banqueiro, agiota, traficante.

AQUÁRIO – 21/01 a 19/02
Você provavelmente não é desse planeta. Tem uma mente inventiva e dirigida para o progresso. Você mente e comete os mesmos erros repetidamente porque é imbecil e teimoso. Você adora ser o “do contra”. Pensa que tem opinião formada sobre tudo. Na verdade, você é egoísta e gosta mesmo é de aparecer. Mesmo que esteja entre um milhão de pessoas, você quer ser o diferente. Você nunca segue os padrões. Isso faz de você um metido nojento. Você se acha o moderninho. Acha que está a frente dos outros signos do zodíaco. Você não tem nenhuma moral. Se você for homem deve ser um galinha ou homossexual. Se for mulher tem grande chance de ser garota de programa. Profissões típicas do aquariano: Sindicalista, Estilista ou as duas coisas ao mesmo tempo.

PEIXES – 20/02 a 20/03
Você pensa que todo mundo é cabeça de bagre e só você é o esperto. Se acha o sujeito mais inteligente do zodíaco. Você tem a maldita mania de achar que os outros signos do zodíaco precisam de sua ajuda. Na verdade, você se acha superior e considera os outros signos do zodíaco idiotas. Adora reprimir tudo e todos, impaciente, mal-educado e fica dando conselhos fúteis aos outros. O que você faz mesmo é ferrar com as pessoas que seguem seus conselhos idiotas. Você não passa de um desorganizado, não tem praticidade alguma e não sabe nem em que planeta vive. Quando alguém te questiona, você recorre ao misticismo, uma vez que sua inteligência é limitada. Piscinianos são ótimos macumbeiros. Na verdade, você que é o cabeça de bagre. Profissões típicas do pisciniano: Técnico de Futebol, Vendedor de enciclopédia, Pai-de-Santo ou Cartomante.

Prontos para a abordagem

Prontos para a abordagem

Sei muito bem que muito provavelmente é uma postura que tem os dias contados. Mas dela não abro mão. Ao contrário da grande maioria dos meus amigos (e de todo mundo, acho), que faz feiras nos vendedores de DVDs piratas, eu continuo evitando.

Essa história de que os disquinhos genéricos ferram com o aparelho ou que “o dinheiro que circula na pirataria é o mesmo que circula no tráfico” nem é o que me comove, tendo em vista a falta de dados concretos. Pra mim, o que pega mesmo é o fechamento em efeito dominó das locadoras e o desemprego de muita gente que prestou até hoje um serviço fundamental. 

Claro que os espiritos-de-porco vão dizer que as locadoras não fazem a menor falta, mas não é assim pra mim e não quero mesmo ver o Brasil se transformar numa nova Venezuela ou México, onde, segundo li, o mercado oficial virtualmente acabou.

É claro também que as distribuidoras devem se tocar e baixar esses preços. Há ainda aquela que cobram uns 80 reais ou mais por filmes de ponta para as locadoras – quando o mesmo filme chega nas Americanas para venda, uns três meses depois (quando muito) pela metade do preço e certeza de que baixa ainda mais meses depois.

As locadoras estão fechando e eu tenho comprado muito filmes nelas, quando agonizantes. É triste, mas pelo menos eles estarão em boas mãos. Sem brincadeira, foram uns 20 a cada fechamento.

Compro muito nessas situações porque não compro absolutamente nada nos piratas. A única vez que dei dinheiro a um vendedor de tapa-olho e perna de pau foi quando um amigo me telefonou dizendo que achou Amor, Estranho Amor transferido do VHS pra vender (é aquele filme do Walter Hugo Khouri. Aquele com Vera Fischer e Tarcísio Meira. Aquele que a Xuxa proibiu de ser lançado – ah, agora sabe qual é, né?).

É nesses casos que acho que os piratas têm uma função importante: disponibilizar clássicos que as distribuidoras nos sonegam (a Warner, mesmo, não lança nada faz tempo), europeus que os cinemas não passam ou filmes proibidos por mesquinharias variadas. Fora isso, eu passo.

Eu não vou, por exemplo, ficar comprando nos piratas filmes que com certeza vão passar no cinema. Tem dó, né? Não sei por que essa pressa. De vez em quando até me oferecem emprestado mas, se não for por obrigação profissional, prefiro esperar o primeiro impacto na tela grande.

Além do mais, tenho muito filme antigo (comprado, inclusive) pra ver pra que eu fique desperdiçando tempo vendo algo que vou ver no cinema de qualquer forma (porque vejo o máximo que posso). Eu não sou contra baixar filmes, copiá-los em casa ou gravá-los da TV paga – amigos fazem isso pra mim, de vez em quando. Desde que não se comercialize, pra mim é como se fazia antigamente ao gravar um disco em fita K-7.

Aliás, isso até ajuda as locadoras – afinal, para copiá-los em casa, eu alugo com prazer.

Até onde vou com isso? Não sei. Como disse no começo, essa postura deve ter os dias contados porque um dia não terei outra opção a não ser comprar num pirata. Também não tento convencer ninguém de nada porque a “Lei do Gerson” está tão impregnada entre nós que nem adianta.

Fico na minha, acreditando que estou fazendo a minha parte, pelo menos.

Até a CBF reconhece: campeão brasileiro de 1987

Até a CBF reconhece: campeão brasileiro de 1987

E não é que a CBF finalmente admitiu que o Flamengo é campeão brasileiro de 1987?

O título é citado nesta matéria no site oficial da entidade. É assim: o fato é tão senso comum que quando a CBF esquece a pose acaba admitindo a realidade…

paris2

Com duas frases você falou muito, querida Paris.

As pessoas têm falado muito sobre seu pai esses dias, como você sabe. Todo tipo de coisa. Sempre lembrando o grande artista que ele era ou a personalidade excêntrica que ele também tinha. Você, com suas duas frases, nos lembrou de uma face do seu pai que foi esquecida pela imprensa e pelo mundo nesse turbilhão todo: o de que ele também era uma pessoa.

Demorou doze dias e um funeral inteiro para que nos lembrássemos disso, querida Paris. Na verdade, anos. Na verdade, talvez nunca nos tenhamos dado conta disso – que seu pai era uma pessoa, além de astro da música – já que ele esteve na frente das câmeras desde muito mais novo do que você é agora.

Você sabe que muito se fala sobre seu pai, e nem tudo são coisas bonitas. As pessoas falam muito – julgam e ridicularizam – sem saber dos fatos. Eu também não sei e também fiz minhas brincadeiras, mas também imagino como ele deve ter sofrido. Sem poder viver uma vida normal, ele tentou viver a vida que desejava. Talvez ele quisesse apenas voltar a ser uma criança, ser um de vocês. E pagou um preço alto por isso.

Prepare-se, minha pequena Paris. Os espiritos-de-porco estão por toda a parte. Sempre vai haver alguém para assumir a desconfiança como verdade e logo depois que você disse que amava seu pai, alguém do meu lado ainda perguntou: “Tá, mas quanto ela vai receber de herança?”. Fiquei tão consternado que nem consegui responder como deveria.

E a resposta deveria ter sido: “O que isso tem a ver com o momento de dor dessa garota?”.

Muita gente também vai dizer – já está dizendo – que você e seus irmãos não são filhos dele. Vão falar de coisas como DNA, inseminação artificial e cor da pele. Nada disso interessa. O que interessa é que vocês vieram ao mundo porque seu pai quis vocês e os amou, como você mostrou a todos nós ontem.

Não fique chateada com essas pessoas, minha pequena, não chore por causa delas. Elas usam máscaras para se esconder da dureza da vida, e as vêm usando por tanto tempo que se esquecem de – ou não conseguem mais – tirá-las nos momentos certos.

Mas tenha a certeza de que muita gente foi tocada por sua breve aparição, querida Paris. Por você ter dito suas duas frases, por suas lágrimas, finalmente pensamos nas crianças que perderam um pai que as amou – e não só no mundo que perdeu um artista genial.

Quando sua dor diminuir, porque um dia ela vai diminuir (a vida é assim, pequena, a gente acaba aprendendo a conviver até com as coisas mais terríveis), fique feliz não só por saber que seu pai alegrou e emocionou a vida de milhões de pessoas. Fique feliz, querida Paris, sobretudo, porque seu pai certamente foi feliz nos momentos em que estava com vocês.

“Eu só quero dizer que, desde que eu nasci, papai tem sido o melhor pai que vocês podem imaginar. Eu só quero dizer que eu o amo muito”.

oscar filho

Confirmado: Oscar Filho apresenta seu stand-up em João Pessoa no dia 17 de julho, no Teatro Paulo Pontes, às 20 horas. Os ingressos vão custar R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia), mas ainda não estão à venda. Podem, contudo, ser reservados pelo e-mail reservasego@gmail.com, segundo o Grupo Ego, que produz o show do Pequeno Pônei em JP.

Para os fãs, surge um problema que um dia teria que acontecer – agora que diversos produtores estão trazendo as atrações para a Paraíba. No mesmíssimo dia, o espetáculo Improvável será apresentado em Campina Grande. Os dois são absolutamente imperdíveis – e agora, Jesus?

PS: Sem falar que na meia-noite do dia 17 para o dia 18 pode rolar a pré-estréia de Harry Potter e o Enigma do Príncipe (se o padrão dos três últimos filmes da série se repetir)…

Rafinha-02

Confirmado o local do show do Rafinha Bastos, em 9 de agosto: será no Forrock. A Confraria da Comédia informa que os ingressos vão custar R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia) e já estão em pré-venda nas lojas Ellus do Manaíra Shopping. Apesar de ser no Forrock, não haverá pista, claro: só cadeiras.

tirando_do_serio

Há confirmado o stand-up da Marcela Leal, intregrante do Clube da Comédia (com Marcelo Mansfield, Danilo Gentili e Oscar Filho, e do qual o Rafinha Bastos também fez parte), se apresenta dia 16 de julho, em local ainda não definido. E o sensacional espetáculo Improvável, com os Barbixas, será apresentado no Garden Hotel, em Campina Grande, no dia 17. Os ingressos custarão R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia).

A Confraria informa que estão confirmados, mas ainda sem data, os três espetáculos adiados desta semana: Claudio Torres Gonzaga, o grupo Virgens, mas Nem Tanto e Fábio Porchat.

E quem vem por aí também – olha isso! -…

marcelo tas

…é Marcelo Tas! Será que se trata de uma das palestras do comandante-em-chefe do CQC ou a peça do Ernesto Varela recontando a história do Brasil? Vamos aguardar.

Você já viu o quarto drops do Comic Show? Não? Então vai lá, que são menos de dez minutos – não vai te matar. Está dois posts abaixo – depois volte aqui.

Agora, você que já viu: reparou na musiquinha de abertura? Assistiu ao Faustão domingo? O que diabos uma coisa tem a ver com a outra? Bem, a música, “Escolha já seu nerd”, é do quinteto Os Seminovos e, além de estar no comecinho do nosso drops é com ela que o grupo está concorrendo no quadro “Garagem do Faustão”. Pena que a votação já está encerrada, mas torça: ele têm que ganhar!

A música foi composta pelo Maurício Ricardo, do Charges.com.br e que faz aquelas charges animadas do Big Brother Brasil e que é um dos integrantes da banda. Fique ligado: eles estão disponibilizando um disco inteiro para baixar. 

Eu já conhecia “Eu sou emo” porque Lalá me mostrou em outro blog. Mas hoje é que liguei o nome às pessoas – ouvimos umas quatro músicas na redação do jornal. Fuçando no YouTube, ouvi outras e vocês podem ver como gostei porque vou colocar cinco aqui pra vocês conhecerem também.

“Escolha já seu nerd”:

“Eu sou emo”:

“Patricinha”:

“Meu uninho”:

“E o bambu?”:

Mais cancelamentos nos shows de comédia stand-up em João Pessoa: a Confraria da Comédia informou que o festival que estava previsto para rolar de quinta a sábado com Cláudio Torres Gonzaga, as meninas do grupo Virgens, mas Nem Tanto e Fábio Porchat foi adiado. Vamos esperar pelas novas datas, porque todos eles são ótimos (pelo menos Cláudio, que já vi no DVD do Comédia em Pé, e o Porchat, que vi no MAG).

Enquanto isso, a Laís me perguntou nos comentários sobre um show do Oscar Filho dia 17 de julho, possivelmente no Paulo Pontes. Como eu disse, o site do Oscar Filho mostra um show previsto para João Pessoa, mas sem a data. A novidade é que há uma data no Paulo Pontes reservada para um show de comédia stand-up para essa época aí – mas sem dizer de quem. Então, pode ser. Vamos aguardar mais informações.

A notícia melhor ainda é que o departamento de marketing do Jornal da Paraíba soltou a informação pelo twitter: Rafinha Bastos está confirmado aqui para o dia 9 de agosto. Aguardem mais informações.

O show do Danilo Gentili em João Pessoa, que seria dia 18, foi cancelado. A produção local – a Encena Produções – informou em nota oficial que o cancelamento se deve a uma gravação na agenda do cara na mesma data, mas promete anunciar uma nova data.

Enquanto isso, o festival de stand up com Cláudio Torres Gonzaga, as meninas do Virgens, mas Nem Tanto e Rafael Fábio Porchat (o primeiro e o terceiro, do Comédia em Pé) continua… bem… de pé. Mais informações aqui e aqui.

Rafinha estará em Recife dia 19 de julho: uma pista?

Outra: os locais para venda de ingressos para Rafinha Bastos serão anunciados dia 15, segundo o perfil da Confraria do Humor no Orkut, que produz a maioria dos stand-ups em João Pessoa. O show dele em Recife é dia 19 de julho, o que pode ser uma pista para a data daqui. Fiquem de olho.

Clube da Comédia

Agora é oficial. Depois dos dois showzaços do Marco Luque, com Rafinha Bastos já acertando seu show solo aqui para os próximos dias e com Oscar Filho pré-programado para agosto, agora é o Danilo Gentili que confirma uma data: será 18 de julho, um sábado, às 20 horas, no MAG Shopping.

Os ingressos vão custar R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia). Podem já ser reservados através do e-mail incenareserva@gmail.com

O Danilo, cara! Parece que João Pessoa tem se tornado mesmo um palco bacana para a comédia stand-up que vem de fora. Tudo começou com o Murilo Gun e o Nil Agra (correção: e também o Alyson Vilela, que não só se apresentou como produziu o show – veja os comentários), que pegaram a BR e nos fizeram rir muito em uns três shows em um restaurante japonês. Tivemos aqui o Fábio Porchat, do grupo Comédia em Pé. E depois o Lusque.

Cláudio Torres Gonzaga, Paulo Carvalho, Fábio Porchat e Fernando Caruso, do Comédia em Pé

Cláudio Torres Gonzaga, Paulo Carvalho, Fábio Porchat e Fernando Caruso, do Comédia em Pé

O Cláudio Torres Gonzaga, também do Comédia em Pé, faria show hoje, mas foi adiado para o dia 18 deste mês. É o primeiro dia de um festival que terá também as meninas do Virgens, mas Nem Tanto (no dia 19) e, de volta, o engraçadíssimo Fábio Porchat (no dia 20).

virgens2

Sigam-me os bons (no Twitter)

  • Caro @cinespaco , a Espaço Filmes está distribuindo o documentário 'Gatos', não está? Logo, ele ainda vai passar em João Pessoa, não vai?Publicado há 1 hour ago
  • O maior mistério acerca de 'Dunkirk' é: por que diabos esse filme, no Brasil, não se chama DUNQUERQUE?Publicado há 1 hour ago
  • Esse imbroglio do carnaval carioca por quem conhece e vai mais fundo no tema. fb.me/5g1EQqTFAPublicado há 3 hours ago
julho 2017
D S T Q Q S S
« jun    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Cenas da Vida

Páginas

Estatísticas

  • 1,253,761 hits