Como nas edições anteriores, ao fim da eleição será sorteado um eleitor entre aqueles que votarem em todos os meses. E o sorteado vai poder escolher entre um desses DVDs a seguir.

Todos são originais e usados (por mim).

Deu a Louca no Mundo (1963), de Stanley Kramer

Um grande elenco, inúmeras participações especiais, em uma história onde motoristas em uma estrada testemunham a morte de um fugitivo da polícia. Antes de morrer, o moribundo revela: há uma grande soma em dinheiro escondida – e dá as coordenadas. Começa, então, uma louca caça ao tesouro. A abertura de Saul Bass é antológica.

Romeu & Julieta (1968), de Franco Zeffirelli

A imortal história de Shakespeare tem, aqui, uma de suas melhores versões – a primeira em que adolescentes mesmo interpretaram os papéis principais. Zeffirelli transportou a história para o século XVI, inseriu cenas de nudez e encontrou eco nas aspirações dos jovens dos anos 1960.

Os Imperdoáveis (1992), de Clint Eastwood

Já considerado um clássico dos westerns, Eastwood fez deste filme o ápice de sua história no gênero. É o velho pistoleiro que volta à ativa para tentar vingar um grupo de prostitutas e ganhar a recompensa. Mas os tempos mudaram para ele e para o que pensávamos que era o Velho Oeste. Vencedor do Oscar de melhor filme.

Footloose – Ritmo Louco (1984), de Herbert R0ss

Um dos mais oitentistas entre os filmes dos anos 1980, mostra jovens lutando pelo direito de dançar em uma cidadezinha americana onde a dança é proibida por lei. Tudo ao som de uma trilha irresistível e um elenco bem acima da média.

Dumbo (1984), de Ben Sharpsteen

Um dos primeiros longas animados da Disney e ainda um dos mais queridos. Pouca gente resiste ao elefantinho que sofre bullying dos outros animais do circo por causa de suas orelhas enormes e chega a ter a mãe presa como louca. Ou à sequência antológica em que, bêbado, vê um desfile de elefantes rosa.