You are currently browsing the tag archive for the ‘Bing Crosby’ tag.

Amor Sublime Amor - 04

Natalie Wood em “I feel pretty”, de “Amor, Sublime Amor” (1961)

90. ‘NOW YOU HAS JAZZ’, de Alta Sociedade (1956)
Com Bing Crosby e Louis Armstrong. Direção: Charles Walters. Canção de Cole Porter.

Dois monstros sagrados da música popular, Bing Crosby e Louis Armstrong, ensinando o que é o jazz. Não há professores melhores. Bing interpreta um personagem, mas Louis interpreta ele mesmo, como o parceiro faz questão de mostrar quando apresenta a banda: “E ouçam, bem, vocês sabem quem”.

***

89. ‘BE A CLOWN’, de O Pirata (1940)
Com Judy Garland e Gene Kelly. Direção: Vincente Minnelli. Direção de dança: Robert Alton, Gene Kelly. Canção de Cole Porter.

Gene e Judy subvertem o esperado final glamouroso do filme com um divertidíssimo número de palhaços — um ” anti Fred & Ginger”. É a reprise de uma canção que é cantada antes no filme por Gene e os Nicholas Brothers. E foi copiada na cara dura por Arthur Freed e Nacio Herb Brown para o espetacular “Make’em laugh” de Cantando na Chuva (1952).

***

88. ‘LA VIE BOHEME’, de Rent — Os Boêmios (2005)
Com Taye Diggs, Anthony Rapp, Idina Menzel, Adam Pascal, Jesse L. Martin, Rosario Dawson, Wilson Jermaine Heredia, Tracie Thoms, Shaun Earl. Direção: Chris Columbus. Coreografia: Keith Young. Canção de Jonathan Larson e Billy Aronson.

Dividido em A e B, com outras cena no meio, esse número é uma celebração da boemia, da arte, da igualdade de direitos e do sexo sem culpa, com um número sem referências na letra e uma grande agitação rebelde em cena, com grandes passagens como “sermos ‘nós’, pelo menos uma vez, em vez de ‘eles'” ou, no meio da confusão, os personagens principais todos juntos para cantarem “não morrer da doença” (a Aids).

***

87. ‘I DREAMED I DREAM’, de Os Miseráveis (2012)
Com Anne Hathaway. Direção: Tom Hooper. Coreografia: Liam Steel. Canção de Herbert Kretzmer, Claude-Michel Schönberg e Alain Boublil.

A decisão de gravar os vocais aos vivo (em vez de filmar sobre o áudio já gravado antes) captou uma interpretação visceral de Anne Hathaway da mais doída das canções de Os Miseráveis e talvez de todos os musicais (“Eu tinha um sonho de como seria minha vida/ Tão diferente deste inferno em que vivo”). São quatro minutos de cortar o coração e que renderam a ela um Oscar — e com toda a justiça.

***

86. ‘OS QUINDINS DE IAIÁ’, de Você Já Foi à Bahia? (1945)
Com Aurora Miranda, Almirante, Aloysio de Oliveira e as vozes de Clarence Nash e José Oliveira. Direção: Norman Ferguson. Coreografia: Billy Daniel, Aloysio de Oliveira. Canção de Ary Barroso.

Zé Carioca apresenta a Bahia ao Pato Donald e ele cai de amores pela baiana que vende quindins. Essa baiana é a maravilhosa Aurora Miranda, irmã de Carmen, e a cantora original de “Cidade maravilhosa”, entre outras canções. O malandro é Almirante e o sujeito das tangerinas é Aloysio de Oliveira. Muito divertido, usando e abusando da interação entre atores reais e desenhos animados, do delírio inspirado pela música e com a própria Salvador sendo posta para dançar no final. (No vídeo abaixo, o número começa aos 2min30seg).

***

85. ‘THE TYPEWRITER’, de Errado pra Cachorro (1963)
Com Jerry Lewis. Direção: Frank Tashlin. Música de Leroy Anderson.

“The typewriter” é uma peça para máquina de escrever e orquestra (de verdade) que Jerry Lewis transformou em um delicioso show de pantomima com um instrumento invisível. Ele o faz neste grande momento de Errado pra Cachorro e o repetiu em apresentações ao vivo e em programas de televisão.

***

84. ‘LE JAZZ HOT’, de Victor ou Victoria (1982)
Com Julie Andrews. Direção: Blake Edwards. Coreografia: Paddy Stone. Canção de Henri Mancini e Leslie Bricusse.

Julie Andrews é uma cantora que finge ser um homem que faz um show de travesti.  E este número é sua entrada triunfal, que dá um nó na cabeça de quem não conhece o seu segredo. Julie, com muito mais malícia do que em seus papéis icônicos de Mary Poppins ou fraulein Maria.

***

83. ‘I FEEL PRETTY’, de Amor, Sublime Amor (1961)
Com Natalie Wood (com voz de Marni Nixon), Suzie Kaye, Yvonne Wilder e Joanne Miya. Direção: Robert Wise e Jerome Robbins. Coreografia: Jerome Robbins. Canção de Leonard Bernstein e Stephen Sondheim,.

Na volta do intervalo do filme, Maria canta sua felicidade, de como o amor a faz sentir mais bonita, enquanto as colegas de trabalho na loja de costura acham que ela ficou doida. Os exageros são uma delícia: “Miss América já pode renunciar”, “um comitê deveria ser formado para me homenagear”, “a cidade deveria me dar a chave”. Capitaneando tudo, todo o charme e talento de Natalie Wood.

***

82. ‘YOU CAN’T STOP THE BEAT’, de Hairspray — Em Busca da Fama (2007)
Com Nikki Blonsky, Zac Efron, Amanda Bynes, Elijah Kelley, John Travolta, Queen Latifah. Direção e coreografia: Adam Shankman. Canção de Scott Wittman e Marc Shaiman.

gran finale de Hairspray é a subversão de um concurso de popularidade da TV onde gordos e negros viram protagonistas e derrubam o racismo da emissora. “This is the future”, sentencia o apresentador num palco que une dançarinos negros e brancos. Embalando isso, a incrível vibração que é a marca desse musical, com uma música irresistível.

***

81. ‘GOIN’ CO’TIN’, de Sete Noivas para Sete Irmãos (1954)
Com Jane Powell, Jeff Richards, Russ Tamblyn, Tommy Rall, Marc Platt, Matt Mattox e Jacques d’Amboise. Direção: Stanley Donen. Coreografia: Michael Kidd. Canção de Gene de Paul e Johnny Mercer.

Jane Powell está decidida a civilizar seus seis cunhados brutamontes. E um dos passos é ensiná-los a paquerar as moças da cidade. E, além das várias estratégias para usar naquele cafundó do velho oeste, existe a dança. E, como é um musical da Metro, é a aula de dança mais rápida e maravilhosa de todos os tempos. Conhecimento que eles vão usar em seguida, naquele número absolutamente sensacional que todos sabemos qual é.

Continue lendo »

Filme de Natal é melhor que panetone e não tem passas! Veja aqui uma lista daqueles que gosto mais.

Natal Branco - 02

Bing Crosby, Rosemary Clooney, Vera-Ellen e Danny Kaye em “Natal Branco”

10 – NATAL BRANCO (1954), de Michael Curtiz

Ancorada na tradicionalíssima canção interpretada por Bing Crosby, este filme mostra dois artistas que resolvem ajudar um velho companheiro do exército a não ter seu hotel fechado. Leia minha crítica.

***

Esqueceram de Mim - 09

Macaulay Culkin, Daniel Stern e Joe Pesci, em “Esqueceram de Mim”

9 – ESQUECERAM DE MIM (1990), de Chris Columbus

O pequeno Macaulay Culkin domina o filme como o garoto que foi esquecido em casa pela família de férias e enfrenta dois bandidos. Um Duro de Matar mirim com doses de Tom & Jerry.

***

Simplesmente Amor-18

Bill Nighy em “Simplesmente Amor”

8 – SIMPLESMENTE AMOR (2003), de Richard Curtis

Uma ciranda romântica envolvendo vários personagens às vésperas do Natal: do primeiro-ministro que se apaixona pela funcionária ao garotinho gamado na coleguinha da escola. Só essa época do ano para tantos bons sentimentos.

***

Gremlins - 03

“Gremlins”

7 – GREMLINS (1984), de Joe Dante

É no Natal que se passa a história do rapaz, sua namorada e seu monstrinho de estimação que enfrentam a multidão de versões demoníacas do bichinho. Horror e humor.

***

De Ilusao Tambem se Vive - 07

Edmund Gwenn e Natalie Wood em “De Ilusão Também Se Vive”

6 – DE ILUSÃO TAMBÉM SE VIVE/ MILAGRE NA RUA 34 (1947), de George Seaton

O Papai Noel de uma loja de departamentos insiste que é o verdadeiro Papai Noel e o caso vai parar nos tribunais. Mais importante ainda é ele convencer uma menininha muito cética (vivida por Natalie Wood). Há uma versão dos anos 1990, mas esta aqui é a que conta.

***

Estranho Mundo de Jack - 01

5 – O ESTRANHO MUNDO DE JACK (1993), de Henry Selick

Jack Esqueleto, do mundo do Halloween, cai por acidente no mundo do Natal e fica fascinado. De volta, tenta reproduzir uma versão distorcida. Produzido por Tim Burton, a partir de um poema dele, foi o retorno à clássica e trabalhosa animação stop-motion. Burton, depois, dirigiu ele mesmo dois longas no estilo, também de horror para crianças: A Noiva Cadáver (2005) e Frankenweenie (2012). Selick também voltou ao horror para crianças em stop-motion, com Coraline e o Mundo Secreto (2009).

***

Historia de Natal - 02

Peter Billingsley em “Uma História de Natal”

4 – UMA HISTÓRIA DE NATAL (1983), de Bob Clark

A saga de um garoto dos anos 1940 que quer muito mesmo uma espingarda de ar comprimido como presente de Natal. Nos EUA é um clássico natalino, mas aqui não tenho conhecimento de algum lançamento em DVD ou blu-ray nem de que passe na TV (aberta ou a cabo).

***

Mickey - A Cancaoo de Natal do Mickey

Minnie, Mickey e Tio Patinhas em “A Canção de Natal do Mickey”

3 – A CANÇÃO DE NATAL DO MICKEY/ O NATAL DO MICKEY MOUSE/ CONTO DE NATAL DO MICKEY (1983), de Burny Mattinson

30 anos após sua até então última aparição no cinema, Mickey voltou nesta adaptação da história clássica de Charles Dickens. Mas a estrela do curta de 26 minutos é o Tio Patinhas, estreando nos desenhos animados.

***

Feliz Natal - 2005 - 05

2 – FELIZ NATAL (2005), de Christian Carion

Na noite de Natal, em 1914, na I Guerra Mundial, soldados inimigos (alemães de um lado; francês e britânicos do outro) simplesmente pararam o conflito e celebraram juntos o Natal. Essa fantástica história real do melhor do espírito humano é contada neste belo filme francês.

***

Natal-felicidade

Jimmy Hawkins, Karolyn Grimes, James Stewart, Donna Reed, Larry Simms e Carol Coombs, em “A Felicidade Não Se Compra”

1 – A FELICIDADE NÃO SE COMPRA (1946), de Frank Capra

Um bom homem nunca conseguiu viajar pelo mundo como desejava: teve que ficar em sua cidadezinha, cuidando da companhia de crédito que evitava que pessoas pobres caíssem nas garras do banqueiro local. De repente, na véspera de Natal, num sufoco financeiro, sem saída, pensa em matar. Mas uma ajuda celestial o ajuda a ver o mundo por outro lado. Um clássico absoluto de Capra, hoje é uma instituição natalina.

Sigam-me os bons (no Twitter)

novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Cenas da Vida

Páginas

Estatísticas

  • 1.340.624 hits