You are currently browsing the tag archive for the ‘Elizabeth Taylor’ tag.

01-cyd-charisse

1 – CYD CHARISSE, por Cantando na Chuva

Posteriormente em Musas retroativas: 2ª em 1953, por A Roda da Fortuna; 6ª em 1954, por A Lenda dos Beijos Perdidos; 5ª em 1955, por Dançando nas Nuvens; 20ª em 1956, por Viva Las Vegas; 1ª em 1957, por Meias de Seda; 5ª em 1958, por A Bela do Bas-Fond.

Cyd Charisse não diz uma palavra em Cantando na Chuva. Vinha de papéis pequenos e muitas vezes com aparições apenas como dançarina anônima. Aqui, é o sonho de Gene Kelly na fantasia “Broadway melody ballet”, praticamente um curta-metragem dentro do filme, todo contado em canto e dança. Cyd é a mulher fatal de pernas descomunais que desperta a paixão do dançarino iniciante e que vai rencontrá-lo quando ele for famoso. Apesar de Debbie Reynolds e Jean Hagen, o impacto de Cyd na tela é difícil de esquecer ou superar. Não à toa, virou estrela da Metro a partir daqui, passando a estrelar alguns grandes musicais. O top 5 tem outras musas no começo do estrelato: Grace Kelly, a esposa (que não aceita violência) do xerife em Matar ou Morrere Marilyn Monroe em cinco (!) filmes, incluindo a secretária já com seu tipo de inocente sedutora em A Invenção da Mocidade. E, mais abaixo, Brigitte Bardot e Liz Taylor. Única aparição: Jean Hagen, Zsa Zsa Gabor, Debbie Reynolds, Claire Bloom. Brasileiras na lista: nenhuma.

02-grace-kelly

2 – GRACE KELLY, por Matar ou Morrer

Posteriormente em Musas retroativas: 8ª em 1953, por Mogambo; 1ª em 1954, por Janela Indiscreta, por Disque M para Matar, por Amar É Sofrer e por Tentação Verde; 2ª em 1955, por Ladrão de Casaca; 2ª em 1956, por Alta Sociedade e por O Cisne.

assim-estava-escrito-17

3 – LANA TURNER, por Assim Estava Escrito

Posteriormente em Musas retroativas: 14ª em 1954, por Atraiçoado; 8ª em 1955, por O Filho Pródigo e por Mares Violentos; 18ª em 1957, por A Caldeira do Diabo; 15ª em 1959, por Imitação da Vida.

04-marilyn-monroe-a 04-marilyn-monroe-b EXTRAIT DU FILM "LE DEMON S'EVEILLE LA NUIT" 04-marilyn-monroe-d 04-marilyn-monroe-e

4 – MARILYN MONROE, por O Inventor da Mocidade, por Almas Desesperadas, por Só a Mulher Peca, por Travessuras de Casados e por Páginas da Vida

Posteriormente em Musas retroativas: 3ª em 1953, por Os Homens Preferem as Louras, por Torrentes de Paixão e por Como Agarrar um Milionário; 3ª em 1954, por O Mundo da Fantasia e por O Rio das Almas Perdidas; 1ª em 1955, por O Pecado Mora ao Lado; 4ª em 1956, por Nunca Fui Santa; 3ª em 1957, por O Príncipe e a Corista; 2ª em 1959, por Quanto Mais Quente Melhor; 11ª em 1960, por Adorável Pecadora; 2ª em 1961, por Os Desajustados; 1ª em 1962, por Something’s Got to Give.

05-maureen-ohara

5 – MAUREEN O’HARA, por Depois do Vendaval

Posteriormente em Musas retroativas: 16ª em 1955, por A Paixão de uma Vida.

Gina Lollobrigida in Christian-Jaque'sÊFANFAN LA TULIPEÊ(1952).

6 – GINA LOLLOBRIGIDA, por Fanfan la Tulipe

Posteriormente em Musas retroativas: 8ª em 1953, por Pão, Amor e Fantasia e por O Diabo Riu por Último; 8ª em 1959, por Salomão e a Rainha de Sabá; 9ª em 1961, por Quando Setembro Vier; 14ª em 1971, por A Quadrilha da Fronteira.

Ava Gardner

7 – AVA GARDNER, por As Neves do Kilimanjaro

Posteriormente em Musas retroativas: 6ª em 1953, por Mogambo; 10ª em 1954, por A Condessa Descalça; 16ª em 1957, por E Agora Brilha o Sol; 11ª em 1958, por A Maja Desnuda.

Eleanor Parker

8 – ELEANOR PARKER, por Scaramouche

Posteriormente em Musas retroativas: 20ª em 1954, por A Selva Nua e por O Vale dos Reis; 15ª em 1956, por O Homem do Braço de Ouro.

Jean Hagen

9 – JEAN HAGEN, por Cantando na Chuva

Zsa Zsa Gabor

10 – ZSA ZSA GABOR, por Moulin Rouge

Ingrid Bergman

11 – INGRID BERGMAN, por Europa 51

Posteriormente em Musas retroativas: 7ª em 1954, por Romance na Itália; 10ª em 1956, por Anastácia, a Princesa Esquecida; 17ª em 1958, por Indiscreta e por A Morada da Sexta Felicidade; 15ª em 1969, por Flor de Cacto.

Debbie Reynolds

12 – DEBBIE REYNOLDS, por Cantando na Chuva

Rita Hayworth

13 – RITA HAYWORTH, por Uma Viúva em Trinidad

Posteriormente em Musas retroativas: 10ª em 1953, por Salomé e por A Mulher de Satã.

Jean Peters

14 – JEAN PETERS, por Viva Zapata

Posteriormente em Musas retroativas: 14ª em 1953, por Anjo do Mal.

Brigitte Bardot In 'Girl In The Bikini'

15 – BRIGITTE BARDOT, por Manina

Posteriormente em Musas retroativas: 1ª em 1956, por E Deus Criou a Mulher; 3ª em 1958, por Amar É Minha Profissão e por Vingança de Mulher; 5ª em 1960, por A Verdade; 2ª em 1963, por O Desprezo; 6ª em 1965, por Viva Maria!; 11ª em 1968, por Shalako.

Gloria Grahame Gloria Grahame - O Maior Espetáculo da Terra

16 – GLORIA GRAHAME, por Assim Estava Escrito e por O Maior Espetáculo da Terra

Posteriormente em Musas retroativas: 15ª em 1953, por Os Corruptos.

Janet Leigh

17 – JANET LEIGH, por Scaramouche

Posteriormente em Musas retroativas: 11ª em 1953, por O Preço de um Homem, por Que Delícia o Amor e por Houdini, o Homem Miraculoso; 6ª em 1958, por A Marca da Maldade; 11ª em 1960, por Psicose.

Elizabeth Taylor

18 – ELIZABETH TAYLOR, por Ivanhoé, o Vingador do Rei

Posteriormente em Musas retroativas: 4ª em 1954, por No Caminho dos Elefantes e por A Última Vez que Vi Paris; 3ª em 1956, por Assim Caminha a Humanidade; 1ª em 1958, por Gata em Teto de Zinco Quente; 1ª em 1959, por De Repente, no Último Verão; 2ª em 1960, por Disque Butterfield 8; 3ª em 1963, por Cleópatra; 15ª em 1965, por Adeus às Ilusões; 18ª em 1970, por Jogo de Paixões.

Marlene Dietrich

19 – MARLENE DIETRICH, por O Diabo Feito Mulher

Posteriormente em Musas retroativas: 17ª em 1957, por Testemunha de Acusação.

Claire Bloom

20 – CLAIRE BLOOM, por Luzes da Ribalta


LEIA MAIS:

Musas de 1951 <<
>> Musas de 1953

Anúncios

01 - Grace Kelly-b

00f/43/koal/14838/07

MBDCOGI EC003

Grace Kelly In Green Fire

1 – GRACE KELLY, por Janela Indiscreta, por Disque M para Matar, por Amar É Sofrer e por Tentação Verde

Anteriormente em Musas retroativas: 2ª em 1952, por Matar ou Morrer; 8ª em 1953, por Mogambo. Posteriormente em Musas retroativas: 2ª em 1955, por Ladrão de Casaca; 2ª em 1956, por Alta Sociedade e por O Cisne.

A década de 1950 é, provavelmente, o período de maiores “clássicos” (clássicos no sentido de um Fla x Flu) entre as musas retroativas. Até agora, contando do fim para o começo, anualmente as favoritas são as mesmas e potencializadas pela máquina de glamour de Hollywood funcionando a plena potência. Audrey Hepburn, Marilyn Monroe e Elizabeth Taylor estão quase sempre nos primeiros lugares, se alternando no topo. E Grace Kelly, que abandonou o cinema em 1956, também. Foi vice em na nossa lista em 1955 e 1956 e campeã este ano, emplacando quatro filmes, sendo dois de Hitchcock – e um deles é Janela Indiscreta, com aquela entrada em cena. Audrey foi a vice com a transformação de sua personagem em Sabrina. E nem foi um dos melhores anos de Marilyn, mas Marilyn é Marilyn e ela só precisava de uma cena para ser inesquecível, como mostra em “After you get what you want, you don’t want it”, de O Mundo da Fantasia. Primeira aparição: Dorothy Dandrige, Eva Marie Saint, Sophia Loren, Silvana Mangano. Última aparição: Alida Valli. Única aparição: Sarita Montiel, Vera-Ellen, Virginia Gibson, Jane Powell, Eliana. Brasileiras na lista: Eliana.

Audrey Hepburn em "Sabrina"

2 – AUDREY HEPBURN, por Sabrina

Anteriormente em Musas retroativas1ª em 1953, por A Princesa e o PlebeuPosteriormente em Musas retroativas: 7ª em 1956, por Guerra e Paz; 2ª em 1957, por Cinderela em Paris e por Amor na Tarde; 10ª em 1959, por Uma Cruz à Beira do Abismo e por A Flor que Não Morreu; 12ª em 1960, por O Passado Não Perdoa; 1ª em 1961, por Bonequinha de Luxo e por Infâmia; 7ª em 1963, por Charada; 9ª em 1964, por My Fair Lady e por Quando Paris Alucina; 3ª, em 1966, por Como Roubar um Milhão de Dólares; 8ª em 1967, por Um Caminho para Dois e por Um Clarão nas Trevas; 16ª em 1976, por Robin e Marian.

Marilyn Monroe em "O Mundo da Fantasia" Marilyn Monroe em "O Rio das Almas Perdidas"

3 – MARILYN MONROE, por O Mundo da Fantasia e por O Rio das Almas Perdidas

Anteriormente em Musas retroativas: 4ª em 1952, por O Inventor da Mocidade, por Almas Desesperadas, por Só a Mulher Peca, por Travessuras de Maridos e por Páginas da Vida; 3ª em 1953, por Os Homens Preferem as Louras, por Torrentes de Paixão e por Como Agarrar um MilionárioPosteriormente em Musas retroativas: 1ª em 1955, por O Pecado Mora ao Lado; 4ª em 1956, por Nunca Fui Santa; 3ª em 1957, por O Príncipe e a Corista; 2ª em 1959, por Quanto Mais Quente Melhor; 11ª em 1960, por Adorável Pecadora; 2ª em 1961, por Os Desajustados; 1ª em 1962, por Something’s Got to Give.

Elizabeth Taylor em "No Caminho dos Elefantes" Elizabeth Taylor em "A Última Vez que Vi Paris"

4 – ELIZABETH TAYLOR, por No Caminho dos Elefantes e por A Última Vez que Vi Paris

Anteriormente em Musas retroativas18ª em 1952, por Ivanhoé, o Vingador do ReiPosteriormente em Musas retroativas: 3ª em 1956, por Assim Caminha a Humanidade; 1ª em 1958, por Gata em Teto de Zinco Quente; 1ª em 1959, por De Repente, no Último Verão; 2ª em 1960, por Disque Butterfield 8; 3ª em 1963, por Cleópatra; 15ª em 1965, por Adeus às Ilusões; 18ª em 1970, por Jogo de Paixões.

Dorothy Dandridge em "Carmen Jones"

5 – DOROTHY DANDRIDGE, por Carmen Jones

Posteriormente em Musas retroativas: 7ª em 1959, por Porgy & Bess.

Cyd Charisse em "A Lenda dos Beijos Perdidos"

6 – CYD CHARISSE, por A Lenda dos Beijos Perdidos

Anteriormente em Musas retroativas1ª em 1952, por Cantando na Chuva; 2ª em 1953, por A Roda da FortunaPosteriormente em Musas retroativas: 5ª em 1955, por Dançando nas Nuvens; 20ª em 1956, por Viva Las Vegas; 1ª em 1957, por Meias de Seda; 5ª em 1958, por A Bela do Bas-Fond.

Ingrid Bergman em "Romance na Itália"

7 – INGRID BERGMAN, por Romance na Itália

Anteriormente em Musas retroativas: 11ª em 1952, por Europa 51Posteriormente em Musas retroativas: 10ª em 1956, por Anastácia, a Princesa Esquecida; 17ª em 1958, por Indiscreta e por A Morada da Sexta Felicidade; 15ª em 1969, por Flor de Cacto.

Alida Valli em "Sedução da Carne"

8 – ALIDA VALLI, por Sedução da Carne

Anteriormente em Musas retroativas: 16ª em 1953, por Nós, as Mulheres.

Sarita Montiel em "Vera Cruz"

9 – SARITA MONTIEL, por Vera Cruz

Ava Gardner em "A Condessa Descalça"

10 – AVA GARDNER, por A Condessa Descalça

Anteriormente em Musas retroativas: 7ª em 1952, por As Neves do Kilimanjaro; 6ª em 1953, por MogamboPosteriormente em Musas retroativas: 16ª em 1957, por E Agora Brilha o Sol; 11ª em 1958, por A Maja Desnuda.

Eva Marie Saint em "Sindicato de Ladrões"

11 – EVA MARIE SAINT, por Sindicado de Ladrões

Posteriormente em Musas retroativas: 3ª em 1959, por Intriga Internacional; 20ª em 1962, por Anjo Violento.

Sophia Loren em "Duas Noites com Cleópatra" Sophia Loren em "A Invasão dos Bárbaros"

12 – SOPHIA LOREN, por Duas Noites com Cleópatra e por A Invasão dos Bárbaros

Posteriormente em Musas retroativas: 11ª em 1957, por A Lenda da Estátua Nua, por Orgulho e Paixão e por A Lenda dos Desaparecidos; 19ª em 1958, por Tentação Morena, por A Orquídea Negra, por Desejo e por A Chave; 4ª em 1960, por Duas Mulheres, por Começou em Nápoles e por The Millionairess; 14ª em 1961, por El Cid; 6ª em 1962, por Boccaccio ’70; 4ª em 1963, por Ontem, Hoje e Amanhã; 8ª em 1964, por Matrimônio à Italiana e por A Queda do Império Romano; 14ª em 1966, por Arabesque; 20ª em 1967, por A Condessa de Hong Kong; 5ª em 1972, por O Homem de La Mancha.

Vera-Ellen em "Natal Branco"

13 – VERA-ELLEN, por Natal Branco

Lana Turner em "Atraiçoado"

14 – LANA TURNER, por Atraiçoado

Anteriormente em Musas retroativas: 3ª em 1952, por Assim Estava Escrito. Posteriormente em Musas retroativas: 3ª em 1952, por Assim Estava Escrito; 8ª em 1955, por O Filho Pródigo e por Mares Violentos; 18ª em 1957, por A Caldeira do Diabo; 15ª em 1959, por Imitação da Vida.

Jean Simmons em "Desirée, o Amor de Napoleão"

15 – JEAN SIMMONS, por Desirée, o Amor de Napoleão

Anteriormente em Musas retroativas: 12ª em 1953, por O Manto Sagrado, por Papai Não Quer e por A Rainha Virgem. Posteriormente em Musas retroativas8ª em 1958, por Da Terra Nascem os Homens; 7ª em 1960, por Spartacus e por Entre Deus e o Pecado.

Silvana Mangano em "Ulisses"

16 – SILVANA MAGANO, por Ulisses

Posteriormente em Musas retroativas: 19ª em 1962, por Barrabás.

Virginia Gibson em "Sete Noivas para Sete Irmãos"

17 – VIRGINIA GIBSON, por Sete Noivas para Sete Irmãos

Jane Powell em "Sete Noivas para Sete Irmãos"

Jane Powell em “Sete Noivas para Sete Irmãos”

18 – JANE POWELL, por Sete Noivas para Sete Irmãos

Eliana em "Nem Sansão nem Dalila"

19 – ELIANA, por Nem Sansão nem Dalila

Eleanor Parker em "A Selva Nua" Eleanor Parker em "O Vale dos Reis"

20 – ELEANOR PARKER, por A Selva Nua e por O Vale dos Reis

Anteriormente em Musas retroativas8ª em 1952, por ScaramouchePosteriormente em Musas retroativas: 15ª em 1956, por O Homem do Braço de Ouro.

 


LEIA MAIS:

Musas de 1953 <<
>> Musas de 1955

41 - Brigitte Bardot ("E Deus Criou a Mulher" e...)

1 – BRIGITTE BARDOT, por E Deus Criou a Mulher

Anteriormente em Musas retroativas: 15ª em 1952, por ManinaPosteriormente em Musas retroativas: 3ª em 1958, por Amar É Minha Profissão e por Vingança de Mulher; 5ª em 1960, por A Verdade; 2ª em 1963, por O Desprezo; 6ª em 1965, por Viva Maria!; 11ª em 1968, por Shalako; 10ª em 1973, por Se Don Juan Fosse Mulher.

No último ano de Grace Kelly no cinema, ela esteve sensacional em Alta Sociedade. Liz Taylor e Marilyn tiveram as aparições arrebatadoras de costume – a inglesa como a socialite se adaptando e adaptando a ela o modo de vida muito típico do Texas em Assim Caminha a Humanidade; a californiana teve um desempenho dramático comovente para uma atriz que sempre foi subestimada. Mas o ano teve um nome e esse nome só pode ser o de Brigitte Bardot, o furacão francês que se tornou um dos grandes eventos sexuais da história do cinema. Grande destaque também para Carrol Baker, principalmente pelo insinuante papel de Boneca de Carne. Primeira aparição: Carroll Baker, Julie London, Vera Miles, Pier Angeli. Última aparição: Grace Kelly, Susan Hayward, Eleanor Parker. Única aparição: Anne Baxter. Brasileiras na lista: nenhuma.

2 - Grace Kelly ("Alta Sociedade" e...) 2 - Grace Kelly (...também por "O Cisne")

2 – GRACE KELLY, por Alta Sociedade e por O Cisne

Anteriormente em Musas retroativas: 2ª em 1952, por Matar ou Morrer; 8ª em 1953, por Mogambo; 1ª em 1954, por Janela Indiscreta, por Disque M para Matar, por Amar É Sofrer e por Tentação Verde; 2ª em 1955, por Ladrão de Casaca.

3 - Elizabeth Taylor ("Assim Caminha a Humanidade")

3 – ELIZABETH TAYLOR, por Assim Caminha a Humanidade

Anteriormente em Musas retroativas18ª em 1952, por Ivanhoé, o Vingador do Rei; 4ª em 1954, por No Caminho dos Elefantes e por A Última Vez que Vi ParisPosteriormente em Musas retroativas: 1ª em 1958, por Gata em Teto de Zinco Quente; 1ª em 1959, por De Repente, no Último Verão; 2ª em 1960, por Disque Butterfield 8; 3ª em 1963, por Cleópatra; 15ª em 1965, por Adeus às Ilusões; 18ª em 1970, por Jogo de Paixões.

4 - Marilyn Monroe ("Nunca Fui Santa")

4 – MARILYN MONROE, por Nunca Fui Santa

Anteriormente em Musas retroativas: 4ª em 1952, por O Inventor da Mocidade, por Almas Desesperadas, por Só a Mulher Peca, por Travessuras de Maridos e por Páginas da Vida; 3ª em 1953, por Os Homens Preferem as Louras, por Torrentes de Paixão e por Como Agarrar um Milionário3ª em 1954, por O Mundo da Fantasia e por O Rio das Almas Perdidas; 1ª em 1955, por O Pecado Mora ao LadoPosteriormente em Musas retroativas: 3ª em 1957, por O Príncipe e a Corista; 2ª em 1959, por Quanto Mais Quente Melhor; 11ª em 1960, por Adorável Pecadora; 2ª em 1961, por Os Desajustados; 1ª em 1962, por Something’s Got to Give.

5 - Carroll Baker ("Boneca de Carne" e...) 5 - Carroll Baker (...também por "Assim Caminha a Humanidade")

5 – CARROLL BAKER, por Boneca de Carne e por Assim Caminha a Humanidade

Posteriormente em Musas retroativas: 16ª em 1958, por Da Terra Nascem os Homens; 8ª em 1965, por Harlow, a Vênus Platinada.

6 - Dorothy Malone ("Palavras ao Vento")

6 – DOROTHY MALONE , por Palavras ao Vento

Anteriormente em Musas retroativas13ª em 1955, por Artistas e Modelos. Posteriormente em Musas retroativas: 13ª em 1961, por O Último Pôr-do-Sol.

7 - Audrey Hepburn ("Guerra e Paz")

7 – AUDREY HEPBURN, por Guerra e Paz

Anteriormente em Musas retroativas1ª em 1953, por A Princesa e o Plebeu2ª em 1954, por Sabrina. Posteriormente em Musas retroativas: 2ª em 1957, por Cinderela em Paris e por Amor na Tarde; 10ª em 1959, por Uma Cruz à Beira do Abismo e por A Flor que Não Morreu; 12ª em 1960, por O Passado Não Perdoa; 1ª em 1961, por Bonequinha de Luxo e por Infâmia; 7ª em 1963, por Charada; 9ª em 1964, por My Fair Lady e por Quando Paris Alucina; 3ª, em 1966, por Como Roubar um Milhão de Dólares; 8ª em 1967, por Um Caminho para Dois e por Um Clarão nas Trevas; 16ª em 1976, por Robin e Marian.

8 - Kim Novak ("O Homem do Braço de Ouro" e...) 8 - Kim Novak (...também por "Melodia Imortal")

8 – KIM NOVAK, por O Homem do Braço de Ouro e por Melodia Imortal

Anteriormente em Musas retroativas4ª em 1955, por Férias de AmorPosteriormente em Musas retroativas: 4ª em 1957, por Meus Dois Carinhos; 2ª em 1958, por Um Corpo que Cai; 18ª em 1960, por O Nono Mandamento; 15ª em 1964, por Beija-me, Idiota e por Servidão Humana.

9 - Julie London ("Sabes o que Quero")

9 – JULIE LONDON, por Sabes o que Quero

Posteriormente em Musas retroativas: 9ª em 1958, por O Homem do Oeste.

10 - Ingrid Bergman ("Anastácia, a Princesa Esquecida")

10 – INGRID BERGMAN, por Anastácia, a Princesa Esquecida

Anteriormente em Musas retroativas: 11ª em 1952, por Europa 51; 7ª em 1954, por Romance na ItáliaPosteriormente em Musas retroativas: 17ª em 1958, por Indiscreta e por A Morada da Sexta Felicidade; 15ª em 1969, por Flor de Cacto.

11 - Shirley MacLaine ("A Volta ao Mundo em 80 Dias")

11 – SHIRLEY MACLAINE, por A Volta ao Mundo em 80 Dias

Anteriormente em Musas retroativas11ª em 1955, por O Terceiro Tiro e por Artistas e Modelos. Posteriormente em Musas retroativas: 18ª em 1958, por Deus Sabe Quanto Amei, por Irresistível Forasteiro e por A Mercadora da Felicidade; 9ª em 1960, por Se Meu Apartamento Falasse e por Can Can; 12ª em 1961, por Infâmia; 11ª em 1963, por Irma la Douce; 10ª em 1969, por Charity, Meu Amor; 19ª em 1970, por Os Abutres Têm Fome.

12 - Doris Day ("O Homem que Sabia Demais")

12 – DORIS DAY, por O Homem que Sabia Demais

Anteriormente em Musas retroativas3ª em 1955, por Ama-me ou Esquece-mePosteriormente em Musas retroativas: 7ª em 1957, por Um Pijama para Dois; 15ª em 1958, por Um Amor de Professora e por O Túnel do Amor; 9ª em 1959, por Confidências à Meia-Noite e por A Viuvinha Indomável; 18ª em 1961, por Volta, Meu Amor.

13 - Anne Baxter ("Os Dez Mandamentos")

13 – ANNE BAXTER, por Os Dez Mandamentos

14 - Vera Miles ("Rastros de Ódio")

14 – VERA MILES, por Rastros de Ódio

Posteriormente em Musas retroativas: 9ª em 1957, por O Homem Errado; 11ª em 1962, por O Homem que Matou o Facínora.

15 - Eleanor Parker ("O Homem do Braço de Ouro")

15 – ELEANOR PARKER, por O Homem do Braço de Ouro

Anteriormente em Musas retroativas: 8ª em 1952, por Scaramouche; 20ª em 1954, por A Selva Nua e por O Vale dos Reis. 

16 - Pier Angeli ("Marcado pela Sarjeta")

16 – PIER ANGELI, por Marcado pela Sarjeta

Posteriormente em Musas retroativas14ª em 1958, por Viva o Palhaço!; 13ª em 1962, por Sodoma e Gomorra.

17 - Susan Hayward ("Sangue de Bárbaros")

17 – SUSAN HAYWARD, por Sangue de Bárbaros

Anteriormente em Musas retroativas: 17ª em 1955, por Duelos de Paixões, por Eu Chorarei Amanhã e por O Aventureiro de Hong Kong.

18 - Deborah Kerr ("O Rei e Eu" e...) 18 - Deborah Kerr (...também por "Chá e Simpatia")

18 – DEBORAH KERR, por O Rei e Eu e por Chá e Simpatia

Anteriormente em Musas retroativas5ª em 1953, por A um Passo da Eternidade15ª em 1955, por Pelo Amor de Meu AmorPosteriormente em Musas retroativas: 10ª em 1957, por Tarde Demais para Esquecer e por O Céu É Testemunha; 17ª em 1959, por Crepúsculo Vermelho.

19 - Lauren Bacall ("Palavras ao Vento")

19 – LAUREN BACALL, por Palavras ao Vento

Anteriormente em Musas retroativas: 18ª em Como Agarrar um Milionário17ª em 1955, por Rota Sagrenta. Posteriormente em Musas retroativas: 5ª em 1957, por Teu Nome É Mulher.

20 - Cyd Charisse ("Viva Las Vegas")

20 – CYD CHARISSE, por Viva Las Vegas

Anteriormente em Musas retroativas1ª em 1952, por Cantando na Chuva; 2ª em 1953, por A Roda da Fortuna6ª em 1954, por A Lenda dos Beijos Perdidos; 5ª em 1955, por Dançando nas NuvensPosteriormente em Musas retroativas: 1ª em 1957, por Meias de Seda; 5ª em 1958, por A Bela do Bas-Fond.

 


LEIA MAIS:

Musas de 1955 <<
>> Musas de 1957

1 - Elizabeth Taylor ("Gata em Teto de Zinco Quente")

1 – ELIZABETH TAYLOR, por Gata em Teto de Zinco Quente

Anteriormente em Musas retroativas: 18ª em 1952, por Ivanhoé, o Vingador do Rei; 4ª em 1954, por No Caminho dos Elefantes e por A Última Vez que Vi Paris; 3ª em 1956, por Assim Caminha a Humanidade. Posteriormente em Musas retroativas: 1ª em 1959, por De Repente, no Último Verão; 2ª em 1960, por Disque Butterfield 8; 3ª em 1963, por Cleópatra; 15ª em 1965, por Adeus às Ilusões;  18ª em 1970, por Jogo de Paixões.

Ela queria, Paul Newman não estava muito a fim. Ronronando através de Gata em Teto de Zinco Quente, Liz Taylor era tensão sexual em uma época na qual Hollywood tentava abafar qualquer chamazinha do tipo. Como Maggie, a gata, Liz era um incêndio só. Ela conseguiu o difícil feito de alcançar duas vezes o primeiro lugar e ser a única a consegui-lo em dois anos seguidos. E foi um ano e tanto. Kim Novak foi loura de Hitchcock no enigmático papel duplo de Um Corpo que Cai, Bardot sempre sedutora e com pouca roupa em dois filmes, Jeanne Moreau na antológica cena de sexo de Os Amantes, e Sophia Loren, sempre produtiva, comparecendo com quatro filmes. Primeira aparição: Jeanne Moreau, Janet Leigh, Maria Schell, Sylva Koscina. Última aparição: Cyd Charisse, Ava Gardner, Julie London, Leslie CaronBrasileiras na lista: nenhuma.

2 - Kim Novak ("Um Corpo que Cai" e...) 2 - Kim Novak (...também por "Sortilégio do Amor")

2 – KIM NOVAK, por Um Corpo que Cai e por Sortilégio do Amor

Anteriormente em Musas retroativas: 4ª em 1955, por Férias de Amor; 8ª em 1956, por O Homem do Braço de Ouro e por Melodia Imortal; 4ª em 1957, por Meus Dois CarinhosPosteriormente em Musas retroativas: 18ª em 1960, por O Nono Mandamento; 15ª em 1964, por Beija-me, Idiota e por Servidão Humana.

2 - Brigitte Bardot ("Amar É Minha Profissão" e...) 2 - Brigitte Bardot (...também por "Vingança de Mulher")

3 – BRIGITTE BARDOT, por Amar É Minha Profissão e por Vingança de Mulher

Anteriormente em Musas retroativas: 15ª em 1952, por Manina; 1ª em 1956, por E Deus Criou a Mulher. Posteriormente em Musas retroativas: 5ª em 1960, por A Verdade; 2ª em 1963, por O Desprezo; 6ª em 1965, por Viva Maria!; 11ª em 1968, por Shalako; 10ª em 1973, por Se Don Juan Fosse Mulher.

4 - Jeanne Moreau ("Os Amantes" e...) 4 - Jeanne Moreau (...também por Ascensor para o Cadafalso")

4 – JEANNE MOREAU, por Os Amantes e por Ascensor para o Cadafalso

Posteriormente em Musas retroativas: 13ª em 1959, por As Ligações Perigosas; 8ª em 1961, por A Noite; 4ª em 1962, por Jules e Jim – Uma Mulher para Dois; 18ª em 1964, por Diário de uma Camareira; 10ª em 1965, por Viva Maria! e por Falstaff – O Toque da Meia-Noite.

04-Cyd Charisse

5 – CYD CHARISSE, por A Bela do Bas-Fond

Anteriormente em Musas retroativas: 1ª em 1952, por Cantando na Chuva; 2ª em 1953, por A Roda da Fortuna; 6ª em 1954, por A Lenda dos Beijos Perdidos; 5ª em 1955, por Dançando nas Nuvens; 20ª em 1956, por Viva Las Vegas; 1ª em 1957, por Meias de Seda.

7 - Janet Leigh ("A Marca da Maldade")

6 – JANET LEIGH, por A Marca da Maldade

Anteriormente em Musas retroativas17ª em 1952, por Scaramouche; 11ª em 1953, por O Preço de um Homem, por Que Delícia o Amor e por Houdini, o Homem MiraculosoPosteriormente em Musas retroativas11ª em 1960, por Psicose.

7 - Leslie Caron ("Gigi")

7 – LESLIE CARON, por Gigi

Anteriormente em Musas retroativas: 20ª em 1955, por Papai Pernilongo e por O Sapatinho de Cristal.

8 - Jean Simmons ("Da Terra Nascem os Homens")

8 – JEAN SIMMONS, por Da Terra Nascem os Homens

Anteriormente em Musas retroativas: 12ª em 1953, por O Manto Sagrado, por Papai Não Quer e por A Rainha Virgem; 15ª em 1954, por Desirée, o Amor de NapoleãoPosteriormente em Musas retroativas7ª em 1960, por Spartacus e por Entre Deus e o Pecado.

8 - Julie London ("O Homem do Oeste")

9 – JULIE LONDON, por O Homem do Oeste

Anteriormente em Musas retroativas: 9ª em 1956, por Sabes o que Quero.

10 - Natalie Wood ("Até o Último Alento")

10 – NATALIE WOOD, por Até o Último Alento

Anteriormente em Musas retroativas6ª em 1955, por Juventude TransviadaPosteriormente em Musas retroativas: 3ª em 1961, por Clamor do Sexo e por Amor, Sublime Amor; 10ª em 1962, por Em Busca de um Sonho; 3ª em 1964, por Médica, Bonita e Solteira;4ª em 1965, por A Corrida do Século; 13ª em 1966, por Esta Mulher É Proibida; 3ª em 1969, por Bob & Carol & Ted & Alice.

9 - Ava Gardner ("A Maja Desnuda")

11 – AVA GARDNER, por A Maja Desnuda

Anteriormente em Musas retroativas: 7ª em 1952, por As Neves do Kilimanjaro; 6ª em 1953, por Mogambo; 10ª em 1954, por A Condessa Descalça; 16ª em 1957, por E Agora Brilha o Sol.

10-Maria Schell

12 – MARIA SCHELL, por Os Irmãos Karamazov

Posteriormente em Musas retroativas: 20ª em 1959, por A Árvore dos Enforcados.

11 - Jean Seberg ("Bom Dia, Tristeza")

13 – JEAN SEBERG, por Bom Dia, Tristeza

Anteriormente em Musas retroativas: 19ª em 1957, por Santa JoanaPosteriormente em Musas retroativas: 3ª em 1960, por Acossado.

12 - Pier Angeli ("Viva o Palhaço!")

14 – PIER ANGELI, por Viva o Palhaço!

Anteriormente em Musas retroativas16ª em 1956, por Marcado pela SarjetaPosteriormente em Musas retroativas: 13ª em 1962, por Sodoma e Gomorra.

13 - Doris Day ("Um Amor de Professora" e...) 13 - Doris Day (...também por "O Túnel do Amor")

15 – DORIS DAY, por Um Amor de Professora e por O Túnel do Amor

Anteriormente em Musas retroativas: 3ª em 1955, por Ama-me ou Esquece-me; 12ª em 1956, por O Homem que Sabia Demais; 7ª em 1957, por Um Pijama para DoisPosteriormente em Musas retroativas: 9ª em 1959, por Confidências à Meia-Noite e por A Viuvinha Indomável; 18ª em 1961, por Volta, Meu Amor.

16 - Carroll Baker ("Da Terra Nascem os Homens")

16 – CARROLL BAKER, por Da Terra Nascem os Homens

Anteriormente em Musas retroativas: 5ª em 1956, por Boneca de Carne e por Assim Caminha a Humanidade. Posteriormente em Musas retroativas: 8ª em 1965, por Harlow, a Vênus Platinada.

18 - Ingrid Bergman ("Indiscreta" e...) 18 - Ingrid Bergman (...também por "A Morada da Sexta Felicidade")

17 – INGRID BERGMAN, por Indiscreta e por A Morada da Sexta Felicidade

Anteriormente em Musas retroativas: 11ª em 1952, por Europa 51; 7ª em 1954, por Romance na Itália; 10ª em 1956, por Anastácia, a Princesa Esquecida. Posteriormente em Musas retroativas: 15ª em 1969, por Flor de Cacto.

19 - Shirley MacLaine ("Deus Sabe Quanto Amei e...) 19 - Shirley MacLaine (...também por "Irresistível Forasteiro"...) 19 - Shirley MacLaine (...e por "A Mercadora da Felicidade")

18 – SHIRLEY MACLAINE, por Deus Sabe Quanto Amei, por Irresistível Forasteiro e por A Mercadora da Felicidade

Anteriormente em Musas retroativas: 11ª em 1955, por O Terceiro Tiro e por Artistas e Modelos; 11ª em 1956, por A Volta ao Mundo em 80 DiasPosteriormente em Musas retroativas: 9ª em 1960, por Se Meu Apartamento Falasse e por Can Can; 12ª em 1961, por Infâmia; 11ª em 1963, por Irma la Douce; 10ª em 1969, por Charity, Meu Amor; 19ª em 1970, por Os Abutres Têm Fome.

20 - Sophia Loren ("Tantação Morena" e...) 20 - Sophia Loren (...e também por "A Orquídea Negra"...) 20 - Sophia Loren (...por "Desejo"...) 20 - Sophia Loren (...e por "A Chave")

19 – SOPHIA LOREN, por Tentação Morena, por A Orquídea Negra, por Desejo e por A Chave

Anteriormente em Musas retroativas: 12ª em 1954, por Duas Noites com Cleópatra e por A Invasão dos Bárbaros; 11ª em 1957, por A Lenda da Estátua Nua, por Orgulho e Paixão e por A Lenda dos DesaparecidosPosteriormente em Musas retroativas: 4ª em 1960, por Duas Mulheres, por Começou em Nápoles e por The Millionairess; 14ª em 1961, por El Cid; 6ª em 1962, por Boccaccio ’70; 4ª em 1963, por Ontem, Hoje e Amanhã; 8ª em 1964, por Matrimônio à Italiana e por A Queda do Império Romano; 14ª em 1966, por Arabesque; 20ª em 1967, por A Condessa de Hong Kong; 5ª em 1972, por O Homem de La Mancha.

20 - Sylva Koscina ("As Façanhas de Hércules")

20 – SYLVA KOSCINA, por As Façanhas de Hércules

Posteriormente em Musas retroativas20ª em 1965, por Julieta dos Espíritos.

 


LEIA MAIS:

Musas de 1957 <<
>> Musas de 1959

1 - Elizabeth Taylor ("De Repente, no Último Verão")

1 – ELIZABETH TAYLOR, por De Repente, no Último Verão

Anteriormente em Musas retroativas: 18ª em 1952, por Ivanhoé, o Vingador do Rei; 4ª em 1954, por No Caminho dos Elefantes e por A Última Vez que Vi Paris; 3ª em 1956, por Assim Caminha a Humanidade; 1ª em 1958, por Gata em Teto de Zinco QuentePosteriormente em Musas retroativas: 2ª em 1960, por Disque Butterfield 8; 3ª em 1963, por Cleópatra; 15ª em 1965, por Adeus às Ilusões;  18ª em 1970, por Jogo de Paixões.

Havia uma disputa particular entre Marilyn Monroe e Liz Taylor no final dos anos 1950 e começo dos 1960. Duas das mulheres mais lindas do planeta e com sex-appeal nas alturas, elas revezam boa parte dos primeiros lugares nesses anos. Aqui, entre Marilyn sacudindo as cadeiras em “Runnin’ wild”, de Quanto Mais Quente Melhor, e Liz de maiô branco na praia, decotão e observada com lascívia pelos homens ao redor, no pesado De Repente, no Último Verão, optamos, com dificuldade, por Liz. É um flashback de um passado perturbador, que a levou a uma instituição mental: a atriz vinha procurando esses papéis mais difíceis. O ano ainda teve Eva Marie Saint em um papel mais sexy que o de costume, Angie Dickinson e Lee Remick desconcertando respectivamente John Wayne e James Stewart em seus filmes, e Norma Bengell levando Oscarito à loucura ao imitar Brigitte Bardot em O Homem do SputnikPrimeira aparição: Angie Dickinson, Norma Bengell, Annette Vadim, Elsa Martinelli. Última aparição: Dorothy Dandridge, Lana Turner, Deborah Kerr, Maria Schell. Única aparição: Lee Remick, Marpessa Dawn, Haya Harareet, Emmanuelle Riva. Brasileiras na lista: Norma Bengell.

2 - Marilyn Monroe ("Quanto Mais Quente Melhor")

2 – MARILYN MONROE, por Quanto Mais Quente Melhor

Anteriormente em Musas retroativas: 4ª em 1952, por O Inventor da Mocidade, por Almas Desesperadas, por Só a Mulher Peca, por Travessuras de Maridos e por Páginas da Vida; 3ª em 1953, por Os Homens Preferem as Louras, por Torrentes de Paixão e por Como Agarrar um Milionário3ª em 1954, por O Mundo da Fantasia e por O Rio das Almas Perdidas; 1ª em 1955, por O Pecado Mora ao Lado; 4ª em 1956, por Nunca Fui Santa; 3ª em 1957, por O Príncipe e a CoristaPosteriormente em Musas retroativas: 8ª em 1960, por Adorável Pecadora; 2ª em 1961, por Os Desajustados; 1ª em 1962, por Something’s Got to Give.

3 - Eva Marie Saint ("Intriga Internacional")

3 – EVA MARIE SAINT, por Intriga Internacional

Anteriormente em Musas retroativas: 11ª em 1954, por Sindicato de LadrõesPosteriormente em Musas retroativas20ª em 1962, por Anjo Violento.

4 - Angie Dickinson ("Onde Começa o Inferno")

4 – ANGIE DICKINSON, por Onde Começa o Inferno

Posteriormente em Musas retroativas: 15ª em 1960, por Onze Homens e um Segredo; 12ª em 1962, por Candelabro Italiano; 15ª em 1966, por Caçada Humana; 7ª em 1967, por À Queima-Roupa; 17ª em 1980, por Vestida para Matar.

5 - Norma Bengell ("O Homem do Sputnik")

5 – NORMA BENGELL, por O Homem do Sputnik

Posteriormente em Musas retroativas: 5ª em 1962, por Os Cafajestes e por O Pagador de Promessas; 1ª em 1964, por Noite Vazia.

6 - Lee Remick ("Anatomia de um Crime")

6 – LEE REMICK, por Anatomia de um Crime

7 - Dorothy Dandridge ("Porgy & Bess")

7 – DOROTHY DANDRIDGE, por Porgy & Bess

Anteriormente em Musas retroativas5ª em 1954, por Carmen Jones.

8 - Gina Lollobrigida ("Salomão e a Rainha de Sabá")

8 – GINA LOLLOBRIGIDA, por Salomão e a Rainha de Sabá

Anteriormente em Musas retroativas: 6ª em 1952, por Fanfan la Tulipe; 8ª em 1953, por Pão, Amor e Fantasia e por O Diabo Riu por ÚltimoPosteriormente em Musas retroativas9ª em 1961, por Quando Setembro Vier; 14ª em 1971, por A Quadrilha da Fronteira.

9 - Doris Day ("Confidências à Meia-Noite") 9 - Doris Day ("...também por "A Viuvinha Indomável")

9 – DORIS DAY, por Confidências à Meia-Noite e por A Viuvinha Indomável

Anteriormente em Musas retroativas: 3ª em 1955, por Ama-me ou Esquece-me; 12ª em 1956, por O Homem que Sabia Demais; 7ª em 1957, por Um Pijama para Dois; 15ª em 1958, por Um Amor de Professora e por O Túnel do AmorPosteriormente em Musas retroativas: 18ª em 1961, por Volta, Meu Amor.

10 - Audrey Hepburn ("Uma Cruz à Beira do Abismo" e...) 10 - Audrey Hepburn (...também por "A Flor que Não Morreu")

10 – AUDREY HEPBURN, por Uma Cruz à Beira do Abismo e por A Flor que Não Morreu

Anteriormente em Musas retroativas: 1ª em 1953, por A Princesa e o Plebeu2ª em 1954, por Sabrina; 7ª em 1956, por Guerra e Paz; 2ª em 1957, por Cinderela em Paris e por Amor na TardePosteriormente em Musas retroativas: 12ª em 1960, por O Passado Não Perdoa; 1ª em 1961, por Bonequinha de Luxo e por Infâmia; 7ª em 1963, por Charada; 9ª em 1964, por My Fair Lady e por Quando Paris Alucina; 3ª, em 1966, por Como Roubar um Milhão de Dólares; 8ª em 1967, por Um Caminho para Dois e por Um Clarão nas Trevas; 16ª em 1976, por Robin e Marian.

11 - Annette Vadim ("As Ligações Perigosas")

11 – ANNETTE VADIM, por As Ligações Perigosas

Posteriormente em Musas retroativas: 14ª em 1960, por Rosas de Sangue.

12 - Elsa Martinelli ("A Longa Noite de Loucuras")

12 – ELSA MARTINELLI, por A Longa Noite de Loucuras

Posteriormente em Musas retroativas16ª em 1960, por Rosas de Sangue; 14ª em 1962, por Hatari!

13 - Jeanne Moreau ("As Ligações Perigosas")

13 – JEANNE MOREAU, por As Ligações Perigosas

Anteriormente em Musas retroativas: 4ª em 1958, por Os Amantes e por Ascensor para o CadafalsoPosteriormente em Musas retroativas: 8ª em 1961, por A Noite; 4ª em 1962, por Jules e Jim – Uma Mulher para Dois; 18ª em 1964, por Diário de uma Camareira; 10ª em 1965, por Viva Maria! e por Falstaff – O Toque da Meia-Noite.

14 - Marpessa Dawn ("Orfeu Negro")

14 – MARPESSA DAWN, por Orfeu Negro

15 - Lana Turner ("....")

15 – LANA TURNER, por Imitação da Vida

Anteriormente em Musas retroativas: 3ª em 1952, por Assim Estava Escrito; 14ª em 1954, por Atraiçoado; 8ª em 1955, por O Filho Pródigo e por Mares Violentos; 18ª em 1957, por A Caldeira do Diabo.

16 - Haya Harareet ("Ben-Hur")

16 – HAYA HARAREET, por Ben-Hur

17 - Deborah Kerr ("Crepúsculo Vermelho")

17 – DEBORAH KERR, por Crepúsculo Vermelho

Anteriormente em Musas retroativas: 5ª em 1953, por A um Passo da Eternidade; 15ª em 1955, por Pelo Amor de Meu Amor; 18ª em 1956, por O Rei e Eu e por Chá e Simpatia; 10ª em 1957, por Tarde Demais para Esquecer e por O Céu É Testemunha.

18 - Emmanuelle Riva ("Hiroshima, Mon Amour")

18 – EMMANUELLE RIVA, por Hiroshima, Mon Amour

19 - Joanne Woodward ("The Fugitive Kind")

19 – JOANNE WOODWARD, por The Fugitive Kind

Anteriormente em Musas retroativas8ª em 1957, por As Três Máscaras de EvaPosteriormente em Musas retroativas20ª em 1961, por Paris Vive à Noite; 18ª em 1968, por Rachel, Rachel.

20 - Maria Schell ("A Árvore dos Enforcados")

20 – MARIA SCHELL, por A  Árvore dos Enforcados

Anteriormente em Musas retroativas: 12ª em 1958, por Os Irmãos Karamazov.

 


LEIA MAIS:

Musas de 1958 <<
>> Musas de 1960

1 – MONICA  VITTI, por A Aventura

Posteriormente em Musas retroativas: 5ª em 1961, por A Noite; 7ª em 1962, por O Eclipse; 14ª em 1964, por O Deserto Vermelho; 5ª em 1966, por Modesty Blaise.

Duas musas que ajudaram a revolucionar o cinema estão no pódio do ano especial que foi 1960. A primeira, a italiana Monica Vitti, do enigmático A Aventura, de Michelangelo Antonioni (e que volta a lista em mais três filmes seguintes do diretor). A outra é a americana Jean Seberg, no francês Acossado, um dos pilares iniciais da nouvelle vague. Ela surge de cabelos curtíssimos vendendo, bem casual, o New York Herald Tribune no Champs Elysées, seguida pela câmera de Godard. Entre elas, a inglesa Elizabeth Taylor, como a garota de programa de DisqueButterfield 8 (numa época em que essas coisas ainda não podiam ser ditas claramente em Hollywood). O ano foi mesmo dominado pelas europeias: 14 entre as 20, e 7 entre as 10. Vale ainda o destaque para Sophia Loren, aparecendo com três filmes. Primeira aparição: Monica Vitti, Michelle Mercier, Claudia Cardinale, Anouk Aimée, Lea Massari. Última aparição: Jean Seberg, Jean Simmons, Janet Leigh, Annette Vadim. Única aparição: Annie Girardot. Brasileiras na lista: nenhuma.

2 – ELIZABETH TAYLOR, por Disque Butterfield 8

Anteriormente em Musas retroativas: 18ª em 1952, por Ivanhoé, o Vingador do Rei; 4ª em 1954, por No Caminho dos Elefantes e por A Última Vez que Vi Paris; 3ª em 1956, por Assim Caminha a Humanidade; 1ª em 1958, por Gata em Teto de Zinco Quente; 1ª em 1959, por De Repente, no Último VerãoPosteriormente em Musas retroativas: 3ª em 1963, por Cleópatra; 15ª em 1965, por Adeus às Ilusões; 18ª em 1970, por Jogo de Paixões.

3 – JEAN SEBERG, por Acossado

Anteriormente em Musas retroativas: 19ª em 1957, por Santa Joana; 13ª em 1958, por Bom Dia, Tristeza.

  

4 – SOPHIA LOREN, por Duas Mulheres, por Começou em Nápoles e por The Millionaires

Anteriormente em Musas retroativas: 12ª em 1954, por Duas Noites com Cleópatra e por A Invasão dos Bárbaros; 11ª em 1957, por A Lenda da Estátua Nua, por Orgulho e Paixão e por A Lenda dos Desaparecidos; 19ª em 1958, por Tentação Morena, por A Orquídea Negra, por Desejo e por A ChavePosteriormente em Musas retroativas: 14ª em 1961, por El Cid; 6ª em 1962, por Boccaccio ’70; 4ª em 1963, por Ontem, Hoje e Amanhã; 8ª em 1964, por Matrimônio à Italiana e por A Queda do Império Romano; 14ª em 1966, por Arabesque; 20ª em 1967, por A Condessa de Hong Kong.; 5ª em 1972, por O Homem de La Mancha.

5 – BRIGITTE BARDOT, por A Verdade

Anteriormente em Musas retroativas: 15ª em 1952, por Manina; 1ª em 1956, por E Deus Criou a Mulher; 3ª em 1958, por Amar É Minha Profissão e por Vingança de MulherPosteriormente em Musas retroativas: 2ª em 1963, por O Desprezo; 6ª em 1965, por Viva Maria!; 11ª em 1968, por Shalako; 10ª em 1973, por Se Don Juan Fosse Mulher.

6 – ANNIE GIRARDOT, por Rocco e Seus Irmãos

 

7 – JEAN SIMMONS, por Spartacus e por Entre Deus e o Pecado

Anteriormente em Musas retroativas: 12ª em 1953, por O Manto Sagrado, por Papai Não Quer e por A Rainha Virgem; 15ª em 1954, por Desirée, o Amor de Napoleão; 8ª em 1958, por Da Terra Nascem os Homens.

8 – MARILYN MONROE, por Adorável Pecadora

Anteriormente em Musas retroativas: 4ª em 1952, por O Inventor da Mocidade, por Almas Desesperadas, por Só a Mulher Peca, por Travessuras de Maridos e por Páginas da Vida; 3ª em 1953, por Os Homens Preferem as Louras, por Torrentes de Paixão e por Como Agarrar um Milionário3ª em 1954, por O Mundo da Fantasia e por O Rio das Almas Perdidas; 1ª em 1955, por O Pecado Mora ao Lado; 4ª em 1956, por Nunca Fui Santa; 3ª em 1957, por O Príncipe e a Corista; 2ª em 1959, por Quanto Mais Quente MelhorPosteriormente em Musas retroativas: 2ª em 1961, por Os Desajustados; 1ª em 1962, por Something’s Got to Give.

 

9 – SHIRLEY MACLAINE, por Se Meu Apartamento Falasse e por Can Can

Anteriormente em Musas retroativas: 11ª em 1955, por O Terceiro Tiro e por Artistas e Modelos; 11ª em 1956, por A Volta ao Mundo em 80 Dias; 18ª em 1958, por Deus Sabe Quanto Amei, por Irresistível Forasteiro e por A Mercadora da FelicidadePosteriormente em Musas retroativas: 12ª em 1961, por Infâmia; 11ª em 1963, por Irma la Douce; 10ª em 1969, por Charity, Meu Amor; 19ª em 1970, por Os Abutres Têm Fome.

10 – ANITA EKBERG, por A Doce Vida

Anteriormente em Musas retroativas: 12ª em 1955, por Artistas e ModelosPosteriormente em Musas retroativas: 9ª em 1962, por Boccaccio’70.

11 – JANET LEIGH, por Psicose

Anteriormente em Musas retroativas: 17ª em 1952, por Scaramouche; 11ª em 1953, por O Preço de um Homem, por Que Delícia o Amor e por Houdini, o Homem Miraculoso; 6ª em 1958, por A Marca da Maldade.

12 – AUDREY HEPBURN, por O Passado Não Perdoa

Anteriormente em Musas retroativas: 1ª em 1953, por A Princesa e o Plebeu2ª em 1954, por Sabrina; 7ª em 1956, por Guerra e Paz; 2ª em 1957, por Cinderela em Paris e por Amor na Tarde; 10ª em 1959, por Uma Cruz à Beira do Abismo e por A Flor que Não MorreuPosteriormente em Musas retroativas: 1ª em 1961, por Bonequinha de Luxo e por Infâmia; 7ª em 1963, por Charada; 9ª em 1964, por My Fair Lady e por Quando Paris Alucina; 3ª, em 1966, por Como Roubar um Milhão de Dólares; 8ª em 1967, por Um Caminho para Dois e por Um Clarão nas Trevas; 16ª em 1976, por Robin e Marian.

13 – MICHELE MERCIER, por Atire no Pianista

Posteriormente em Musas retroativas: 7ª em 1964, por Angélica, a Marquesa dos Anjos; 11ª em 1965, por Maravilhosa Angélica; 6ª em 1966, por Angélica e o Rei; 11ª em 1967, por Indomável Angélica.

14 – ANNETTE VADIM, por Rosas de Sangue

Anteriormente em Musas retroativas: 11ª em 1959, por As Ligações Perigosas.

15 – ANGIE DICKINSON, por Onze Homens e um Segredo

Anteriormente em Musas retroativas: 4ª em 1959, por Onde Começa o InfernoPosteriormente em Musas retroativas: 12ª em 1962, por Candelabro Italiano; 15ª em 1966, por Caçada Humana; 7ª em 1967, por À Queima-Roupa; 17ª em 1980, por Vestida para Matar.

16 – ELSA MARTINELLI, por Rosas de Sangue

Anteriormente em Musas retroativas12ª em 1959, por A Longa Noite de LoucurasPosteriormente em Musas retroativas14ª em 1962, por Hatari!

17 – CLAUDIA CARDINALE, por Rocco e Seus Irmãos

Posteriormente em Musas retroativas: 11ª em 1961, por A Moça com a Valise; 1ª em 1963, por , por O Leopardo e por A Pantera Cor-de-Rosa; 4ª em 1966, por Os Profissionais; 2ª em 1968, por Era uma Vez no Oeste.

18 – KIM NOVAK, por O Nono Mandamento

Anteriormente em Musas retroativas: 4ª em 1955, por Férias de Amor; 8ª em 1956, por O Homem do Braço de Ouro e por Melodia Imortal; 4ª em 1957, por Meus Dois Carinhos; 2ª em 1958, por Um Corpo que CaiPosteriormente em Musas retroativas: 15ª em 1964, por Beija-me, Idiota e por Servidão Humana.

19 – ANOUK AIMÉE, por A Doce Vida

Posteriormente em Musas retroativas: 7ª em 1961, por Lola, a Flor Proibida; 15ª em 1963, por ; 10ª em 1966, por Um Homem, uma Mulher.

20 – LEA MASSARI, por A Aventura

Posteriormente em Musas retroativas: 16ª em 1961, por O Colosso de Rodes; 11ª em 1971, por Um Sopro no Coração.

 


LEIA MAIS:

Musas de 1959 <<
>> Musas de 1961

01-Claudia Cardinale

01-Claudia Cardinale-b

01-Claudia Cardinale-c

1 – CLAUDIA CARDINALE, por , por O Leopardo e por A Pantera Cor-de-Rosa

Anteriormente em Musas retroativas: 17ª em 1960, por Rocco e Seus Irmãos; 11ª em 1961, por A Moça com a Valise. Posteriormente em Musas retroativas: 4ª em 1966, por Os Profissionais; 2ª em 1968, por Era uma Vez no Oeste.

Três vezes Claudia Cardinale. Uma das mais deslumbrantes atrizes italianas de todos os tempos (na verdade, tunisiana de nascimento) teve seu grande ano em 1963: foi musa de Fellini como a etérea Claudia de , de Visconti, como a Angélica de O Leopardo e até de Blake Edwards, como uma princesa indiana em A Pantera Cor-de-Rosa. Talvez só assim, em dose tripla, para derrubar Brigitte Bardot, inesquecível musa de Godard em O Desprezo, de peruca preta ou perguntando na cama se Michel Piccoli gosta de cada uma das partes de seu corpo. Mas esse foi um dos grandes anos para as musas: ainda teve Liz Taylor como uma monumental Cleópatra e o antológico striptease de Sophia Loren em Ontem, Hoje e Amanhã (recriado décadas depois por Robert Altman, e com os mesmos Sophia e Marcello Mastroianni em Pret-a-Porter) – ambas possíveis vencedoras em outros anos. O ano ainda teve Ann-Margret, uma das melhores bondgirls (Daniela Bianchi), Audrey, Hitchcock descobrindo Tippi Hedren…

***

2 – BRIGITTE BARDOT, por O Desprezo

Anteriormente em Musas retroativas: 15ª em 1952, por Manina; 1ª em 1956, por E Deus Criou a Mulher; 3ª em 1958, por Amar É Minha Profissão e por Vingança de Mulher; 5ª em 1960, por A VerdadePosteriormente em Musas retroativas: 6ª em 1965, por Viva Maria!; 11ª em 1968, por Shalako; 10ª em 1973, por Se Don Juan Fosse Mulher.

***

Elizabeth Taylor em "Cleópatra"

3 – ELIZABETH TAYLOR, por Cleópatra

Anteriormente em Musas retroativas: 18ª em 1952, por Ivanhoé, o Vingador do Rei; 4ª em 1954, por No Caminho dos Elefantes e por A Última Vez que Vi Paris; 3ª em 1956, por Assim Caminha a Humanidade; 1ª em 1958, por Gata em Teto de Zinco Quente; 1ª em 1959, por De Repente, no Último Verão; 2ª em 1960, por Disque Butterfield 8Posteriormente em Musas retroativas: 15ª em 1965, por Adeus às Ilusões; 18ª em 1970, por Jogo de Paixões.

***

04-Sophia Loren-d

4 – SOPHIA LOREN, por Ontem, Hoje e Amanhã

Anteriormente em Musas retroativas: 12ª em 1954, por Duas Noites com Cleópatra e por A Invasão dos Bárbaros; 11ª em 1957, por A Lenda da Estátua Nua, por Orgulho e Paixão e por A Lenda dos Desaparecidos; 19ª em 1958, por Tentação Morena, por A Orquídea Negra, por Desejo e por A Chave; 4ª em 1960, por Duas Mulheres, por Começou em Nápoles e por The Millionairess; 14ª em 1961, por El Cid; 6ª em 1962, por Boccaccio ’70. Posteriormente em Musas retroativas: 8ª em 1964, por Matrimônio à Italiana e por A Queda do Império Romano; 14ª em 1966, por Arabesque; 20ª em 1967, por A Condessa de Hong Kong; 5ª em 1972, por O Homem de La Mancha.

***

5 – ANN-MARGRET, por Adeus, Amor

Posteriormente em Musas retroativas: 2ª em 1964, por Amor à Toda Velocidade; 3ª em 1971, por Ânsia de Amar.

***

6 – DANIELA BIANCHI, por Moscou contra 007

***

7 – AUDREY HEPBURN, por Charada

Anteriormente em Musas retroativas: 1ª em 1953, por A Princesa e o Plebeu2ª em 1954, por Sabrina; 7ª em 1956, por Guerra e Paz; 2ª em 1957, por Cinderela em Paris e por Amor na Tarde; 10ª em 1959, por Uma Cruz à Beira do Abismo e por A Flor que Não Morreu;12ª em 1960, por O Passado Não Perdoa; 1ª em 1961, por Bonequinha de Luxo e por Infâmia; Posteriormente em Musas retroativas: 9ª em 1964, por My Fair Lady e por Quando Paris Alucina; 3ª, em 1966, por Como Roubar um Milhão de Dólares; 8ª em 1967, por Um Caminho para Dois e por Um Clarão nas Trevas; 16ª em 1976, por Robin e Marian.

***

8 – TIPPI HEDREN, por Os Pássaros

Posteriormente em Musas retroativas: 12ª em 1964, por Marnie – Confissões de uma Ladra.

***

9 – SUSANNAH YORK, por As Aventuras de Tom Jones

Posteriormente em Musas retroativas: 7ª em 1969, por A Noite dos Desesperados; 9ª em 1978, por Superman – O Filme.

***

10-Ursula Andress

10 – URSULA ANDRESS, por O Seresteiro de Acapulco

Anteriormente em Musas retroativas: 3ª em 1962, por 007 contra o Satânico Dr. No. Posteriormente em Musas retroativas: 18ª em 1965, por A Deusa da Cidade Perdida e por O que É que Há, Gatinha?; 18ª em 1966, por Crepúsculo das Águias; 12ª em 1967, por Cassino Royale; 19ª em 1979, por O Quinto Mosqueteiro.

***

11 – SHIRLEY MACLAINE, por Irma la Douce

Anteriormente em Musas retroativas: 11ª em 1955, por O Terceiro Tiro e por Artistas e Modelos; 11ª em 1956, por A Volta ao Mundo em 80 Dias; 18ª em 1958, por Deus Sabe Quanto Amei, por Irresistível Forasteiro e por A Mercadora da Felicidade; 9ª em 1960, por Se Meu Apartamento Falasse e por Can Can; 12ª em 1961, por Infâmia. Posteriormente em Musas retroativas: 10ª em 1969, por Charity, Meu Amor; 19ª em 1970, por Os Abutres Têm Fome.

***

12 – NANCY KOVACK, por Jasão e os Argonautas

***

13 – SUZANNE PLESHETTE, por Os Pássaros

Anteriormente em Musas retroativas: 8ª em 1962, por Candelabro Italiano.

***

 

14 – ODETE LARA, por Boca de Ouro e por Bonitinha, mas Ordinária

Posteriormente em Musas retroativas: 5ª em 1964, por Noite Vazia.

***

15-Anouk Aimee-c

15 – ANOUK AIMÉE, por

Anteriormente em Musas retroativas: 19ª em 1960, por A Doce Vida; 7ª em 1961, por Lola, a Flor Proibida. Posteriormente em Musas retroativas: 10ª em 1966, por Um Homem, uma Mulher.

***

16 – CAPUCINE, por A Pantera Cor-de-Rosa

Posteriormente em Musas retroativas: 19ª em 1965, por O que É que Há, Gatinha?.

***

17 – MADELEINE LEBEAU, por

***

Stella Stevens - Professor Aloprado

18 – STELLA STEVENS, por O Professor Aloprado

***

19 – GUNNEL LINDBLOM, por O Silêncio

***

20 – SARAH MILES, por O Criado

Posteriormente em Musas retroativas: 17ª em 1966, por Blow Up – Depois Daquele Beijo.

 


LEIA MAIS:

Musas de 1962 <<
>> Musas de 1964

01 - Julie Christie

01 - Julie Christie-c

1 – JULIE CHRISTIE, por Darling, a que Amou Demais e por Doutor Jivago 

Posteriormente em Musas retroativas: 2ª em 1966, por Fahrenheit 451; 10ª em 1971, por Jogos & Trapaças – Onde os Homens São Homens; 3ª em 1973, por Inverno de Sangue em Veneza; 2ª em 1975, por Shampoo.

Julie Christie é daquelas atrizes que, quando aparecem, estão quase sempre nas primeiras posições dessa lista. Em 1965, ela poderia fazer isso não com um filme, mas com dois: foi a coisa mais linda como Lara em Doutor Jivago e ganhou um Oscar por Darling, a que Amou Demais, com um strip-tease dramático que deve ter valido a estatueta.  Julie, nascida na Índia, era uma atriz de personalidade forte, que não estava nem aí para o estrelato e fazia o que queria. Foi uma das atrizes mais interessantes e sexies dos anos 1960 e 1970 e ainda está na ativa, uma bela senhora. Não venceu em um ano fácil, afinal qualquer ano em que Catherine Deneuve esteja elegível, ela é séria concorrente ao título. Em 1965, ela aperece como a atormentada garota de Repulsa ao Sexo. Outras sempre favoritas – Jane Fonda, Brigitte Bardot, Natalie Wood, Elizabeth Taylor – dividem espaço com destaques do ano, como a bondgirl da vez, a francesa Claudine Auger, que havia sido Miss França (duvido que injustamente). A segunda bondgirl de 007 contra a Chantagem Atômica, a italiana Luciana Paluzzi, também está na lista. Primeira aparição: Julie Christie, Jane Fonda. Última aparição: Carroll Baker, Anna Karina, Jeanne Moreau, Capucine, Sylva Koscina. Única aparição: Claudine Auger, Luciana Paluzzi, Virna Lisi, Charmian Carr, Paila Prentiss. Brasileiras na lista: nenhuma.

2 – CATHERINE DENEUVE, por Repulsa ao Sexo

Anteriormente em Musas retroativas: 10ª em 1964, por Os Guarda-Chuvas do Amor; Posteriormente em Musas retroativas: 2ª em 1967, por A Bela da Tarde e por Duas Garotas Românticas; 4ª em 1969, por A Sereia do Mississipi; 1ª em 1970, por Tristana – Uma Paixão Mórbida; 4ª em 1980, por O Último Metrô; 1ª em 1983, por Fome de Viver.

3 – CLAUDINE AUGER, por 007 contra a Chantagem Atômica

4 – NATALIE WOOD, por A Corrida do Século

Anteriormente em Musas retroativas: 6ª em 1955, por Juventude Transviada; 10ª em 1958, por Até o Último Alento; 3ª em 1961, por Clamor do Sexo e por Amor, Sublime Amor; 10ª em 1962, por Em Busca de um Sonho; 3ª em 1964, por Médica, Bonita e Solteira. Posteriormente em Musas retroativas: 13ª em 1966, por Esta Mulher É Proibida; 3ª em 1969, por Bob & Carol & Ted & Alice.

5 – JANE FONDA, por Dívida de Sangue 

Posteriormente em Musas retroativas: 8ª em 1966, por Caçada Humana; 3ª em 1967, por Descalços no Parque; 1ª em 1968, por Barbarella; 5ª em 1969, por A Noite dos Desesperados; 4ª em 1971, por Klute – O Passado Condena; 19ª em 1972, por Tout Va Bien; 7ª em 1977, por Julia; 2ª em 1978, em Amargo Regresso; 15ª em 1979, por Síndrome da China e por O Cavaleiro Elétrico; 13ª em 1981, por Num Lago Dourado e por Amantes & Finanças.

6 – BRIGITTE BARDOT, por Viva Maria! 

Anteriormente em Musas retroativas: 15ª em 1952, por Manina; 1ª em 1956, por E Deus Criou a Mulher;3ª em 1958, por Amar É Minha Profissão e por Vingança de Mulher; 5ª em 1960, por A Verdade; 2ª em 1963, por O Desprezo. Posteriormente em Musas retroativas: 11ª em 1968, por Shalako; 10ª em 1973, por Se Don Juan Fosse Mulher.

7 – JULIE ANDREWS, por A Noviça Rebelde 

Anteriormente em Musas retroativas: 17ª em 1964, por Mary Poppins e por Não Podes Comprar o Meu Amor. Posteriormente em Musas retroativas: 9ª em 1968, por A Estrela; 8ª em 1970, por Lili, Minha Adorável Espiã; 20ª em 1982, por Victor ou Victoria.

8 – CARROLL BAKER, por Harlow, a Vênus Platinada

Anteriormente em Musas retroativas: 5ª em 1956, por Boneca de Carne e por Assim Caminha a Humanidade; 16ª em 1958, por Da Terra Nascem os Homens.

 

9 – ANNA KARINA, por O Demônio das Onze Horas e por Alphaville

Anteriormente em Musas retroativas: 4ª em 1961, por Uma Mulher É uma Mulher; 18ª em 1962, por Viver a Vida; 20ª em 1964, por Bande a Part.

Jeanne Moreau e Brigitte Bardot em “Viva Maria!”

10 – JEANNE MOREAU, por Viva Maria! e por Falstaff – O Toque da Meia-Noite

Anteriormente em Musas retroativas: 4ª em 1958, por Os Amantes e por Ascensor para o Cadafalso; 13ª em 1959, por As Ligações Perigosas; 8ª em 1961, por A Noite; 4ª em 1962, por Jules e Jim – Uma Mulher para Dois; 18ª em 1964, por Diário de uma Camareira.

11 – MICHÈLE MERCIER, por Maravilhosa Angélica

Anteriormente em Musas retroativas: 13ª em 1960, por Atire no Pianista;7ª em 1964, por Angélica, a Marquesa dos Anjos. Posteriormente em Musas retroativas: 6ª em 1966, por Angélica e o Rei; 11ª em 1967, por Indomável Angélica.

Luciana Paluzzi em "007 contra a Chantagem Atômica" Luciana Paluzzi em "E Agora Falamos de Homens"

12 – LUCIANA PALUZZI, por 007 contra a Chantagem Atômica e por E Agora Falamos de Homens

13 – VIRNA LISI, por Casanova ’70

14 – CHARMIAN CARR, por A Noviça Rebelde

15 – ELIZABETH TAYLOR, por Adeus às Ilusões

Anteriormente em Musas retroativas: 18ª em 1952, por Ivanhoé, o Vingador do Rei; 4ª em 1954, por No Caminho dos Elefantes e por A Última Vez que Vi Paris; 3ª em 1956, por Assim Caminha a Humanidade; 1ª em 1958, por Gata em Teto de Zinco Quente; 1ª em 1959, por De Repente, no Último Verão; 2ª em 1960, por Disque Butterfield 8; 3ª em 1963, por Cleópatra. Posteriormente em Musas retroativas: 18ª em 1970, por Jogo de Paixões.

Romye Schneider em "O que É que Há, Gatinha?"

16 – ROMY SCHNEIDER, por O que É que Há, Gatinha?

Anteriormente em Musas retroativas: 18ª em 1955, por Sissi; 15ª em 1957, por Sissi e Seu Destino; 15ª em 1962, por Boccaccio ’70; Posteriormente em Musas retroativas: 11ª em 1972, por Ludwig, o Último Rei da Bavária.

17 – PAULA PRENTISS, por O que É que Há, Gatinha?

 

18 – URSULA ANDRESS, por A Deusa da Cidade Perdida e por  O que É que Há, Gatinha?

Anteriormente em Musas retroativas: 3ª em 1962, por 007 contra o Satânico Dr. No; 10ª em 1963, por O Seresteiro de Acapulco. Posteriormente em Musas retroativas: 18ª em 1966, por Crepúsculo das Águias; 12ª em 1967, por Cassino Royale; 19ª em 1979, por O Quinto Mosqueteiro.

19 – CAPUCINE, por O que É que Há, Gatinha?

Anteriormente em Musas retroativas: 16ª em 1963, por A Pantera Cor-de-Rosa.

19-Sylva Koscina

20 – SYLVA KOSCINA, por Julieta dos Espíritos

Anteriormente em Musas retroativas: 20ª em 1958, por As Façanhas de Hércules.

 


LEIA MAIS:

Musas de 1964 <<
>> Musas de 1966

1 – CATHERINE DENEUVE, por Tristana– Uma Paixão Mórbida

Anteriormente em Musas retroativas: 10ª em 1964, por Os Guarda-Chuvas do Amor; 2ª em 1965, por Repulsa ao Sexo; 2ª em 1967, por A Bela da Tarde e por Duas Garotas Românticas; 4ª em 1969, por A Sereia do Mississipi. Posteriormente em Musas retroativas: 4ª em 1980, por O Último Metrô; 1ª em 1983, por Fome de Viver.

Quando Catherine Deneuve está na briga, a concorrência sofre. Ela foi, para Buñuel, a mulher que desencadeava o desejo de seu protetor e se submetia a ele em Tristana. Nele, supera a mocinha do romance jovem daquele ano: Ali MacGraw, por Love Story. Jacqueline Bisset, de aeromoça em Aeroporto, fecha o pódio. A lista tem vários nomes pouco usuais em filmes de grandes diretores: Claude Jade, em Domicílio Conjugal, de Truffaut; e a californiana Daria Halprin, que fez o esquisito Zabriskie Point para Antonioni, e depois só fez mais um filme. Dois diretores brasileiros emplacaram duas musas cada: Walter Hugo Khouri, com a francesa Genevieve Grad (de rosto belíssimo) e Rossana Ghessa, em O Palácio dos Anjos; e Júlio Bressane, com Helena Ignez e Líllian Lemmertz, em Copacabana Mon Amour. Florinda Bolkan também é brasileira, mas de carreira internacional:  chegou à lista pelo italiano Investigação Sobre um Cidadão Acima de Qualquer Suspeita.

2 – ALI MACGRAW, por Love Story – Uma História de Amor

Posteriormente em Musas retroativas: 4ª em 1972, por Os Implacáveis.

3 – JACQUELINE BISSET, por Aeroporto

Anteriormente em Musas retroativas: 14ª em Cassino Royale; 5ª em 1968, por Bullitt. Posteriormente em Musas retroativas: 7ª em 1972, por Roy Bean, o Homem da Lei; 1ª em 1973, por A Noite Americana; 8ª em 1974, por Assassinato no Orient Express.

4 – GENEVIEVE GRAD, por O Palácio dos Anjos

5 – INGRID PITT, por Carmilla, a Vampira de Karnstein

Posteriormente em Musas retroativas: 12ª em 1971, por Condessa Drácula; 13ª em 1973, por O Homem de Palha.

6 – SALLY KELLERMAN, por M.A.S.H.

7 – FLORINDA BOLKAN, por Investigação sobre um Cidadão Acima de Qualquer Suspeita

8 – JULIE ANDREWS, por Lili, Minha Adorável Espiã

Anteriormente em Musas retroativas: 17ª em 1964, por Mary Poppins e por Não Podes Comprar o Meu Amor; 7ª em 1965, por A Noviça Rebelde; 9ª em 1968, por A Estrela.

9 – STEFANIA SANDRELLI, por O Conformista

Anteriormente em Musas retroativas: 6ª em 1961, por Divórcio à Italiana. Posteriormente em Musas retroativas: 4ª em 1974, por Nós que Nos Amávamos Tanto; 16ª em 1983, por A Chave.

10 – DARIA HALPRIN, por Zabriskie Point

11 – CLAUDE JADE, por Domicílio Conjugal

Anteriormente em Musas retroativas: 13ª em 1968, por Beijos Proibidos.

12 – JENNIFER O’NEILL, por Rio Lobo

Posteriormente em Musas retroativas: 5ª em 1971, por Verão de 42.

13 – LILLIAN LEMMERTZ, por Copacabana, Mon Amour

Posteriormente em Musas retroativas: 14ª em 1975, por Lição de Amor.

11-Suzy Kendall-b

14 – SUZY KENDALL, por O Pássaro das Plumas de Cristal

Anteriormente em Musas retroativas: 16ª em 1967, por Ao Mestre, com Carinho.

12-Linda Harrison-b

Linda Harrison em “De Volta ao Planeta dos Macacos”

15 – LINDA HARRISON, por De Volta ao Planeta dos Macacos

Anteriormente em Musas retroativas: 5ª em 1968, por O Planeta dos Macacos.

16 – ROSSANA GHESSA, por O Palácio dos Anjos

17 – FAYE DUNAWAY, por Pequeno Grande Homem

Anteriormente em Musas retroativas: 4ª em 1967, por Bonnie & Clyde – Uma Rajada de Balas; 10ª em 1968, por Crown, o Magnífico. Posteriormente em Musas retroativas: 14ª em 1973, por Os Três Mosqueteiros; 10ª em 1974, por A Vingança de Milady, por Chinatown e por Inferno na Torre; 5ª em 1975, por Três Dias do Condor; 5ª em 1976, por Rede de Intrigas.

18 – ELIZABETH TAYLOR, por Jogo de Paixões

Anteriormente em Musas retroativas: 18ª em 1952, por Ivanhoé, o Vingador do Rei; 4ª em 1954, por No Caminho dos Elefantes e por A Última Vez que Vi Paris; 3ª em 1956, por Assim Caminha a Humanidade; 1ª em 1958, por Gata em Teto de Zinco Quente; 1ª em 1959, por De Repente, no Último Verão; 2ª em 1960, por Disque Butterfield 8; 3ª em 1963, por Cleópatra; 15ª em 1965, por Adeus às Ilusões.

19 – SHIRLEY MACLAINE, por Os Abutres Têm Fome

Anteriormente em Musas retroativas: 11ª em 1955, por O Terceiro Tiro e por Artistas e Modelos; 11ª em 1956, por A Volta ao Mundo em 80 Dias; 18ª em 1958, por Deus Sabe Quanto Amei, por Irresistível Forasteiro e por A Mercadora da Felicidade; 9ª em 1960, por Se Meu Apartamento Falasse e por Can Can; 12ª em 1961, por Infâmia; 11ª em 1963, por Irma la Douce; 10ª em 1969, por Charity, Meu Amor.

Helena Ignez e Lílian Lemmertz em “Copacabana Mon Amour”

20 – HELENA IGNEZ, por Copacabana, Mon Amour

Anteriormente em Musas retroativas: 15ª em 1968, por O Bandido da Luz Vermelha; 19ª em 1969, por A Mulher de Todos.

Musas de 1969 <<
>> Musas de 1971

Sigam-me os bons (no Twitter)

julho 2019
D S T Q Q S S
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Cenas da Vida

Páginas

Estatísticas

  • 1.332.312 hits
Anúncios