You are currently browsing the tag archive for the ‘Os Trapalhões’ tag.

Coluna Cinemascope (#20). Correio da Paraíba, 1/2/2017

Saltimbancos Trapalhoes - Rumo a Hollywood - 01

Sumiram com os Saltimbancos

por Renato Félix

Faz alguns anos que Renato Aragão não aparece semanalmente em um programa na TV aberta. E só pode ser essa a razão (imediatista e rasa) para que as companhias exibidoras tenham simplesmente desprezado a volta do trapalhão aos cinemas, com Os Saltimbancos Trapalhões – Rumo a Hollywood.

O filme não chegou a entrar em cartaz nas quatro sessões em nenhuma sala paraibana: teve duas numa sala do Cinespaço MAG, outras duas em uma sala do Cinépolis Manaíra e só duas também nos Cinesercla do Tambiá Shopping e do Partage Shopping, este em Campina. No Cinépolis Mangabeira, nem passou.

E olhe que, além de ser estrelado por Renato Aragão e Dedé Santana, trata-se de uma nova versão de um de seus maiores sucessos, que levou 5 milhões de pessoas aos cinemas em 1981/ 1982. E fez grande sucesso recente como musical de teatro, de onde esta nova versão foi adaptada. Na trilha, as mesmas canções de Chico Buarque que são cantadas até hoje por adultos e crianças.

Hoje, o filme não pode ser visto em João Pessoa: esta semana, passou apenas sábado e domingo. Na Paraíba, está sendo exibido apenas em Remígio. Provavelmente estará fora da programação já amanhã. E podia ser pior: soube que em Porto Alegre nem chegou a passar.

Minha infância foi pegando longas filas, dobrando o quarteirão, para ver o novo filme dos Trapalhões no cinema. Ok, os tempos são outros, mas a verdade é que o filme nem foi testado: os cinemas trataram de matar sua carreira no nascedouro.

Enquanto isso, filmes com youtubers estreiam com pompa e circunstância, ocupando várias salas. Não dá para não ter uma ponta de tristeza com as opções que nossos exibidores tomam.

FOTO: Os Saltimbancos Trapalhões – Rumo a Hollywood (2016)

<< Anterior: O contexto La La Land
>
> Próxima: Técnico e comunicador

Saltimbancos Trapalhões

“Meu caro barão”, Chico Buarque e Os Trapalhões
De Sergio Bardotti/ Luis Enriquez Bacalov/ Chico Buarque

Música da trilha de Os Saltimbancos Trapalhões (1981) é mais um encontro de um dos maiores compositores brasileiros e nosso mais querido grupo de comediantes. Os Trapalhões não são cantores, mas a música se enquadra bem ao quarteto, quase declamando a “carta datilografada” sem acentuação para seu patrão. Mas talvez por essas limitações a versão do disco tem menos Trapalhões e mais Chico do que a versão do filme.

E vale lembrar essas versão deste ano com Renato Aragão e o elenco de Os Saltimbancos Trapalhões no teatro:

Música anterior: “You’re so vain”, Carly Simon

Sigam-me os bons (no Twitter)

  • "A Montanha dos Sete Abutres" por alguém que é um grande admirador de Billy Wilder (eu). fb.me/8EQItMRQNPublicado há 8 hours ago
  • 'O Batedor de Carteiras' por alguém que não um grande admirador em especial de Bresson (eu). fb.me/36GlEkpVSPublicado há 8 hours ago
  • "Minha Brasília amanheceu pegando fogo. Fogo! Fogo! Foi um golpista que tirou direitos de mim E que me deixou assim"Publicado há 3 days ago
maio 2017
D S T Q Q S S
« abr    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Cenas da Vida

Você lembra dos meus cabelos?

Cineport 2011

Cineport 2011

Mais fotos

Páginas

Estatísticas

  • 1,245,971 hits