You are currently browsing the tag archive for the ‘Memória’ tag.

Albert Brooks

22 de julho, há 70 anos: Nasce, em 1947, o ator, comediante, roteirista, diretor Albert Brooks. Ele escreveu, dirigiu e estrelou filmes como Problemas Modernos (1981), Um Visto para o Céu (1991) e A Musa (1999). Como ator, teve destaque em Nos Bastidores da Notícia (1987), pelo qual foi indicado ao Oscar de ator coadjuvante, e Drive (2011), pelo qual recebeu vários prêmios de associações de críticos. É também a voz do Marlin, o peixe-palhaço que busca desesperadamente o filho em Procurando Nemo (2003) e em Procurando Dory (2016).

Apettite for destruction

21 de julho, há 30 anos: É lançado, em 1987, o disco Appetite for Destruction, do grupo americano de rock Guns’n’Roses. É o álbum de estreia da banda, que não fez muito sucesso de saída, mas depois se tornou um campeão de vendas. Várias faixas se consagraram como clássicos do grupo, como “Sweet child o’mine”, “Welcome to the jungle” e “Paradise City”.

 

 

Vaclav Havel 1992

20 de julho, há 25 anos: Renuncia à presidência da Tchecoslováquia, em 1992, o escritor Vaclav Havel. Ele havia sido eleito em 1989 e decidiu renunciar após a declaração de independência da Eslováquia. Candidatou-se, então, à presidência da nova República Tcheca e venceu em 1993, sendo re-eleito em 1998 e permanecendo no cargo até 2003. Como escritor, Havel lançou livros de poesia, ficção, peças de teatro dos anos 1950 aos anos 2000 e foi um líder que pregou a resistência pela não violência contra a ditadura no país. Morreu em 2011.

Clementina de Jesus

19 de julho, há 30 anos: Morre em 1987, aos 86 anos, a cantora fluminense Clementina de Jesus, uma das vozes mais emblemáticas do samba. Embora nascida na cidade de Valença, mudou-se com a família para o bairro de Oswaldo Cruz, onde viu o surgimento da Portela. Após se casar, mudou-se para a Mangueira. Após trabalhar por 20 anos como doméstica, foi descoberta pelo poeta e compositor Hermínio Bello de Carvalho participando em 1965 do histórico show Rosa de Ouro, que uniu novos talentos e veteranos do samba que estavam escanteados. Além de cinco discos solo, fez participações em outros e dividiu Gente da Antiga (1968) com Pixinguinha e João da Baiana.

Jane Austen

18 de julho, há 200 anos: Morre, em 1817, aos 41 anos, a escritora inglesa Jane Austen, um dos grandes nomes da literatura no mundo. Austen retratou, em histórias românticas e com doses de humor, o papel feminino em sua época, um período cheio de limitações sociais e econômicas para as mulheres, dependentes de um bom casamento para adquirir segurança e ascenção social. Seus principais livros são Razão e Sentimento (também conhecido como Razão e Sensibilidade, 1811), Orgulho e Preconceito (1813) e Emma (1815), todos adaptados com sucesso para o cinema e TV. Sua influência ainda inspirou obras relacionadas, como o filme O Clube de Leitura de Jane Austen, os livros Orgulho e Preconceito e Zumbis e O Diário de Bridget Jones e refilmagens modernizadas como As Patricinhas de Beverly Hills (versão de Emma). Sua morte após uma doença foi depois atribuída a um problema endocrinológico ou um linfoma.

Robocop - 1987 - 02

17 de julho, há 30 anos: Estreia, em 1987, o filme RoboCop, o Policial do Futuro, de Paul Verhoeven. O filme de ficção científica se passa em uma Detroit futurista onde um policial abatido em combate é combinado a partes mecânicas e eletrônicas para combater o crime. Foi o primeiro filme 100% hollywoodiano do holandês Verhoeven (o anterior, Conquista Sangrenta, de 1985, era uma co-produção com países europeus). O filme teve duas continuações no cinema (1990 e 1992), duas séries de TV (1994/1995 e 2000/2001), duas séries animadas (1988 e 1998/1999) e uma refilmagem (2014), esta dirigida pelo brasileiro José Padilha.

Turma do Charlie Brown - 01

16 de julho, há 40 anos: Estreia, em 1977, o filme A Turma do Charlie Brown. Rebatizado anos depois na TV a cabo como Corra por Sua Vida, Charlie Brown, é o terceiro longa-metragem animado estrelado pelos personagens criados por Charlie M. Schulz para a tira Peanuts. Os primeiros são Charlie Brown e Snoopy (1968) e Volte para Casa, Snoopy (1972). A animação segue o estilo dos especiais animados de cerca de 25 minutos vinham sendo produzidos para a TV desde 1965. O filme não tem trilha musical de Vince Guaraldi, responsável pelo acento jazzístico da trilha dos especiais, porque o músico morreu meses antes de a produção começar.

Gianni Versace

15 de julho, há 20 anos: Morre, em 1997, aos 50 anos, o estilista italiano Gianni Versace. Ele foi o fundador de uma das mais famosas grifes de moda, que leva seu sobrenome, lançando também perfumes, maquiagens e acessórios. Versace era amigo de
celebridades e aproximou as indústrias da moda e da música. Morreu assassinado na porta de sua casa, em Miami, pelo assassino em série Andrew Cunanan, que se matou dias depois sem ter revelado os motivos para o crime. A história do assassinato será dramatizada em uma das próximas temporadas de American Crime Story.

Johnny Bravo

14 de julho, há 20 anos: É lançada, em 1997, a série animada Johnny Bravo, a segunda produzida pelo canal Cartoon Network. Criada por Van Partible, é centrada em um rapaz musculoso e muito autoconfiante que tenta conquistar mulheres, mas sem sucesso. A série teve quatro temporadas (1997, 1999/2000, 2000/2001 e 2004), e 67 episódios O personagem é inspirado em Elvis Presley e tem o penteado de Brad Pitt em Johnny Suede (1991).

Harrison Ford

13 de julho, 75 anos: Nasce, em 1942, o ator americano Harrison Ford. Um dos atores mais populares de todos os tempos, estrelando duas das franquias de maior sucesso do cinema: Star Wars (como Han Solo, aparecendo em quatro filmes) e Indiana Jones (no papel-título, também em quatro filmes). Também protagonizou outros filmes importantes, como Blade Runner, o Caçador de Andróides (1982) e A Testemunha (1985).

Lua de Fel-11

12 de julho, há 25 anos: É lançado, em 1992, o filme Lua de Fel, do cineasta polonês Roman Polanski. No filme, um americano em cadeira de rodas conta a um jovem inglês, casado há pouco, a história de seu relacionamento com a esposa, um vulcão sexual. Peter Coyote e Hugh Grant interpretam os maridos; Emmanuelle Seigner e Kristin Scott Thomas, as esposas. O filme ficou notório por sua intensidade erótica.

Gershwin

11 de julho, há 80 anos: Morre, em 1937, aos 38 anos, o compositor e pianista americano George Gershwin. É um dos principais nomes da música nos EUA, navegando entre criações clássicas (como “Rhapsody in blue”, “An american in Paris”, a ópera Porgy and Bess) e canções populares, muitas delas com letras do irmão Ira (“Love is here to stay”, “They can’t take that away from me”). Sua música foi usada em diversos musicais clássicos de Hollywood e ele também compôs diretamente para alguns deles, como Vamos Dançar? (1937), com Fred Astaire e Ginger Rogers, de onde saiu sua única indicação ao Oscar, por “They can’t take that away from me”). Sinfonia de Paris  (1951), Oscar de melhor filme, é um dos longas composto só de canções de Gershwin. Morreu em consequência de um tumor no cérebro.

Jackson do Pandeiro-05

10 de julho, há 35 anos: Morre, em 1982, aos 62 anos, o cantor, compositor e instrumentista paraibano Jackson do Pandeiro. Conhecido como o “rei do ritmo”, ele gravou seu primeiro grande sucesso apenas aos 35 anos, em 1953: “Sebastiana”, de Rosil Cavalcanti. Com Almira Carrilho fez uma dupla de sucesso e foi casado de 1956 a 1967. Navegando no forró e samba e seus gêneros aparentados, emplacou sucessos que o tornaram um dos músicos nordestinos mais influentes: “Chiclete com banana”, “O canto da ema”, “Um a um” e “Cantiga do sapo”. Jackson morreu em Brasília, dias depois de passar mal no aeroporto quando voltava de um show na cidade.

Donna Summer

9 de julho, há 40 anos: Alcança o primeiro lugar na parada da Billboard, em 1977, a canção “I feel love”, de Donna Summer. Foi a primeira canção gravada inteiramente com uma base de sintetizador a conseguir o feito. A música, de Giorgio Moroder e Pete Bellotte com letras de Donna, é do disco I Remember Yesterday, o quinto da cantora. Ela lançaria mais um em 1977, Once Upon a Time, um dos seus grandes sucessos.

Patativa do Assare

8 de julho, há 15 anos: Morre, em 2002, aos 93 anos, o compositor, cantor e poeta popular cearense Patativa do Assaré. Inspiração Nordestina, de 1956, é seu primeiro livro, mas o início de sua carreira foi bem antes, ainda adolescente, declamando poemas e fazendo repentes em festas e no rádio. Em 1979, lançou o primeiro disco, em que declama os próprios poemas, como “Triste partida” e “Lamento de um nordestino”.

007 o Espiao que Me Amava - 03

7 de julho, há 40 anos: É exibido em pré-estreia, em 1977, o filme 007, o Espião que Me Amava. É o 10º filme protagonizado pelo espião britânico James Bond, e o terceiro com Roger Moore no papel. É um dos que melhor dosou os elementos de ação e comédia que caracterizou a fase de Moore como o personagem. A bondgirl era a americana Barbara Bach e a canção-tema foi “Nobody does it better”, com Carly Simon.

 

 

Quarrymen - 1957

6 de julho, há 60 anos: Conhecem-se, em 1957, os cantores, compositores e multi-instrumentistas John Lennon e Paul McCartney, que seriam fundadores e líderes dos Beatles. Lennon tinha 16 anos e McCartney, 15, quando Paul viu uma apresentação da banda de John, The Quarrymen, em uma festa na St. Peter’s Church, em Liverpool (a foto do post é desse show, cerca de 15 minutos antes de John e Paul se conhecerem). Ivan Vaughan, membro da banda, apresentou os dois e McCartney tocou três músicas no violão. Duas semanas depois, entraria para a banda e depois levaria George Harrison, formando-se a base do que mais tarde viria a ser os Beatles, banda de rock mais importante da história.

Katy Jurado - Matar ou Morrer

5 de julho, há 15 anos: Morre, em 2002, aos 78 anos, a atriz mexicana Katy Jurado. Ela começou sua carreira em seu país natal, em 1943, em uma era dourada para o cinema mexicano. A partir de 1951, começou a trabalhar em Hollywood, principalmente em faroestes. O maior deles foi Matar ou Morrer (1952), que rendeu a ela um Globo de Ouro, o primeiro para uma latina. Foi indicada ao Oscar por Lança Partida (1954).

 

kylie 2

4 de julho, há 30 anos: É lançado, em 1987, o single “The loco-motion”, que lançou também a carreira em discos da cantora, compositora, dançarina e atriz australiana Kylie Minogue. A canção era uma regravação da música de Gerry Goffin e Carole King, originalmente lançada em 1962 por Little Eva. Em seguida, Kylie lançou “I should be so lucky”. Hoje ela é a artista da música de maior sucesso da Austrália.

 

João Saldanha

3 de julho, há 100 anos: Nasce, em 1917, o jornalista, escritor e técnico gaúcho de futebol João Saldanha. Apelidado por Nélson Rodrigues como “João Sem Medo”, foi um dos mais importantes jornalistas esportivos do Brasil. Como treinador, esteve à frente do Botafogo campeão carioca de 1957 e da Seleção Brasileira nas eliminatória para a Copa de 1970. Morreu em Roma, em 1990, cobrindo a Copa do Mundo.

Sigam-me os bons (no Twitter)

julho 2017
D S T Q Q S S
« jun    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Cenas da Vida

Páginas

Estatísticas

  • 1,253,234 hits